MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Aumenta a faixa de isenção do imposto de renda. Saiba se você precisa declarar

Mudança na tabela de isenção do imposto de renda passa a valer a partir de 1º de maio para os trabalhadores do país; Veja se você deixará de declarar

Celular aberto com o site da Receita Federal
Celular aberto com o site da Receita Federal - Agência Brasil
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 30/04/2023, às 10h43

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Governo Federal aumentou a faixa de isenção do imposto de renda para os trabalhadores com carteira assinada. O ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, confirmou a informação nesta sexta-feira (28). 

Segundo ele, a mudança na tabela de IR, que não era atualizada desde 2015, se deu por conta de um compromisso de campanha assumido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O petista também firmou compromisso de elevar gradualmente a faixa de isenção até R$ 5 mil, durante o seu governo. 

+ STF valida pagamento do piso salarial nacional para agentes comunitários de saúde

Quem precisa declarar?

A partir de 1º de maio, os trabalhadores que recebem até R$ 2.460 estão isentos de pagar o imposto de renda. De acordo com a Receita Federal, 13,7 milhões de contribuintes passarão a não pagar o IR no mês que vem, número que representa 40% das pessoas físicas que pagam tributo no país. 

Correção na Tabela de IR

Anteriormente, o presidente Lula, havia afirmado durante entrevista à CNN Brasil, em fevereiro, que haveria mudança na tabela do Imposto de Renda e que novo grupo de brasileiros deixará de acertar as contas com a Receita Federal. 

A isenção que era de R$ 1.908 passaria para R$ 2.640 em 2024. O que significa o dobro do valor do novo salário mínimo, que saíra de R$ 1.302 para R$ 1.320, e passará a valer a partir de 1º de maio. 

“Já combinamos com movimentos sindicais, com Ministério do Trabalho, com o ministro Haddad, que vamos, em maio, reajustar para 1.320 reais o valor do salário mínimo, e estabelecer nova regra para o piso, levando em conta, além da reposição da inflação, o crescimento do PIB, porque é a forma mais justa de distribuir o crescimento da economia”, afirmou o presidente há época.

A expectativa de lula é a de primeiro isentar quem ganha até R$ 2.640 e, posteriormente, cumprir a promessa durante campanha presidencial de 2022, de beneficiar a faixa de até R$ 5 mil. 

Ainda durante entrevista, o presidente também confirmou a definição da regra permanente de correção do salário mínimo, que considera para o reajuste, a inflação do ano anterior mais o crescimento econômico do país. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.