MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Aumento dos combustíveis: Postos de SP já praticam novos preços; Confira

Os motoristas que abasteceram o carro na manhã da quinta-feira já perceberam a diferença no bolso no aumento dos combustíveis. Saiba os preços

REDAÇÃO | REDACAO@JCCONCURSOS.COM.BR
Publicado em 11/03/2022, às 17h51

A Empresa de Petrobras anunciou o aumento dos combustíveis da refinaria nessa quinta-feira (10).
A Empresa de Petrobras anunciou o aumento dos combustíveis da refinaria nessa quinta-feira (10). - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Os postos da capital paulista já praticam novos preços após anúncio do aumento dos combustíveis pela Petrobras na quinta-feira (10). Em alguns estabelecimentos já era possível encontrar a gasolina aditivada por R$ 9,50, a gasolina comum por R$ 8, diesel por R$ 7 e o etanol custando R$ 5,50 o litro. O menor preço verificado é para a gasolina: cerca de R$ 6,60 e o etanol R$ 4,50.

Alguns motoristas abasteceram o carro na manhã da quinta-feira e nesta sexta, logo cedo, perceberam a diferença no bolso. Outro condutores lamentam o aumento dos combustíveis e preferiram não encarar a fila nos postos de ontem.

O aumento dos combustíveis não afetará apenas a inflação, deve levar a uma alta geral dos preços devido aos custos de envio. Com isso, o comportamento do consumidor em relação as compras deve diminuir nas próximas semanas.


+++Auxílio Gasolina: autorizado pagamento de R$ 100 para quem recebe Auxílio Brasil

Procon faz fiscalização nos postos com aumento dos combustíveis

A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de São Paulo iniciou uma força-tarefa na manhã desta sexta-feira (11) para verificar o aumento abusivo dos preços de combustíveis. De acordo com o chefe do Procon, Fernando Capez, a boa notícia é que alguns postos ainda utilizavam os preços antigos.

A Petrobras anunciou que iria reajustar o combustível da refinaria nessa quinta-feira (10). A empresa promoveu um reajuste de 18,8% no preço da gasolina e 24,9% no diesel, além do gás de cozinha, que subiu 16,8%. A instituição afirma que os preços de outros fornecedores no país já estão altos, e que aumentos de preços são necessários para evitar desabastecimento.

Por enquanto, a Petrobras ainda não repassou o aumento causado pela volatilidade do mercado diante da guerra entre Rússia e Ucrânia.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.