MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Auxílio emergencial pode pagar benefício a 459 mil pais solteiros; saiba como consultar

Os 459 mil pais solteiros têm direito a até cinco parcelas da cota extra do auxílio emergencial; parcela pode variar entre R$ 600 e R$ 3.000; veja

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 26/04/2022, às 18h04

Auxílio emergencial pode pagar benefício a 459 mil pais solteiros; saiba como consultar
Auxílio emergencial pode pagar benefício a 459 mil pais solteiros; saiba como consultar - JC Concursos - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Um grupo de beneficiários do auxílio emergencial precisa ficar atento ao pagamento da cota extra que pode ser realizado em abril. Os 459 mil pais solteiros têm direito a até cinco parcelas do auxílio. Os pagamentos serão concedidos porque os chefes de família não receberam a parcela dupla do benefício no valor de R$ 1.200, assim como as mães solteiras. Saiba como consultar.  

Os valores extras serão quitados mediante Projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN 43/2021) aprovado ainda em dezembro, que abre orçamento em benefício do Ministério da Cidadania para realizar pagamentos para pais solteiros e o público do CadÚnico. 

+++ Crédito pessoal e fim da pandemia estimulam índices econômicos

Auxílio emergencial para pais solteiros. Saiba como consultar 

Os últimos valores a receber do auxílio emergencial poderão ser consultados pelo site do Dataprev por meio de nome, CPF, data de nascimento e nome da mãe: clique aqui!

Os valores liberados pelo Ministério da Cidadania podem chegar a R$ 4,1 bilhões para 1,3 milhões de pais solteiros. O beneficiário poderá sacar a cota extra em até 120 dias após ser depositado na conta digital do Caixa Tem. A lei específica aprovada em julho de 2021, também beneficiou os pais solteiros a receber o valor de R$ 1.200, o que era apenas destinado para as mulheres chefes de família, o dobro do valor original do auxílio emergencial.

Quem recebe a parcela retroativa? Entenda 

Apenas terá direito a receber a cota extra quem recebeu as parcelas originais do auxílio emergência em 2020, entre os meses de abril e agosto. Quem passou a receber o benefício após setembro de 2020, não terá direito aos valores. A nova parcela para pais solteiros é retroativa e será variável, podendo depender de quando o beneficiário começou a receber o pagamento. Veja lista: 

  • Recebeu as 5 parcelas do auxílio emergencial original poderá receber R$ 3.000,00 a mais
  • Começou a receber em maio de 2020 vai ter direito a R$ 2.400,00
  • Recebeu a partir de junho de 2020 ganhará R$ 1.800,00
  • Recebeu a partir de julho de 2020 terá depósito de R$ 1.200,00
  • Recebeu a partir de agosto/2020 terá direito a R$ 600

É elegível para receber a cota extra o homem chefe de família que criava os filhos sozinho no início da pandemia. A parcela pode variar entre R$ 600 e R$ 3.000 a depender dos valores disponibilizados no Caixa Tem. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.