MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Banco Central bate o martelo e define nome da nova moeda digital brasileira

A nova moeda poderá ser trocado por papel-moeda e vice-versa, sendo acessado por meio de carteiras virtuais. Expectativa do Banco Central é que a nova moeda traga benefícios significativos

Expectativa do Banco Central é que a nova moeda traga benefícios significativos
Expectativa do Banco Central é que a nova moeda traga benefícios significativos - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 07/08/2023, às 18h25

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Banco Central revelou o nome da primeira moeda digital oficial do país: Drex. Conhecida como o "primo do Pix" dentro da instituição, a denominação é uma abreviação de "digital real x". A previsão é que o Drex seja disponibilizado ao público até o final de 2024.

De acordo com informações do Banco Central, o Drex poderá ser trocado por papel-moeda e vice-versa, sendo acessado por meio de carteiras virtuais em bancos e outras instituições financeiras. Vale destacar que essa moeda digital não terá remuneração automática, assemelhando-se ao dinheiro guardado fisicamente em casa, por exemplo.

A expectativa do Banco Central é que o Drex traga benefícios significativos, como a redução de custos em operações bancárias e uma maior inclusão dos consumidores no novo mercado financeiro.

+++ Por que o Copom não realizou um corte maior na taxa Selic? Entenda os motivos

Confira as principais diferenças entre o Drex e as criptomoedas

Em comunicado oficial, o Banco Central enfatizou que o real digital é uma expressão da moeda soberana brasileira, desenvolvida para criar um ambiente seguro que permita o crescimento da inovação empreendedora e o acesso dos consumidores às vantagens tecnológicas proporcionadas por essas novas ferramentas, sem que isso os exponha a um ambiente financeiro não regulado.

Uma das principais diferenças entre o Drex e as criptomoedas é que estas últimas operam como ações na Bolsa de Valores, onde os investidores buscam rentabilidade. Em contraste, o Drex não terá variação no preço, sendo apenas uma representação virtual da moeda física brasileira.

Outro ponto importante é que, ao contrário das criptomoedas, o valor do Drex não será influenciado pela oferta e demanda do mercado. Por exemplo, enquanto o preço do bitcoin, uma das moedas virtuais mais populares, pode sofrer variações significativas, o Drex manterá o valor fixo - ou seja, R$ 5 em papel-moeda corresponderão a 5 drex.

Vale salientar que, mesmo funcionando em blockchain, o sistema utilizado pelas criptomoedas, o real digital não se caracteriza como uma criptomoeda, pois terá garantia do governo brasileiro.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.