MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Biden critica Putin em discurso na Polônia: “não pode permanecer no poder”

Ao realizar discurso no palácio real da Polônia, neste sábado (26), Biden critica Putin sobre conflito militar na Ucrânia; Confira pontos do discurso

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 26/03/2022, às 21h15

Biden critica Putin em discurso na Polônia
Biden critica Putin em discurso na Polônia - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A guerra na Ucrânia já completou um mês e está bem distante de um acordo para um cessar-fogo. O conflito tem causado prejuízos econômicos, a morte de civis e já tem o registro de quase 4 milhões de refugiados, de acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU).

Os Estados Unidos e países europeus estão aplicando sanções que isolam a Rússia do resto do mundo. Nesta semana, o petróleo chegou a US$ 120 dólares, o salto do preço foi impulsionado pelos temores de diminuição da oferta global devido às sanções impostas à Rússia, por conta do conflito com a Ucrânia.  

+++ Sem acenar para o cessar-fogo entre Rússia x Ucrânia, guerra completa um mês hoje

Biden critica Putin ao falar sobre guerra na Ucrânia

Durante discurso no palácio real, em Varsóvia, na Polônia, neste sábado (26), o presidente dos Estados Unidos, Biden critica Putin, ao dizer que o presidente russo “não pode permanecer no poder”. 

O presidente Joe Biden também falou sobre o presidente russo. "Nós teremos um futuro diferente, um futuro mais brilhante arraigado na democracia e, principalmente, em esperança e luz". Ao concluir sua fala: "pelo amor de Deus, este homem não pode permanecer no poder."

Biden também disse que a luta contra a guerra na Ucrânia é "a nova batalha pela liberdade", além de alertar a Rússia para não entrar no território da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Mais ataques ao presidente russo 

O tom subiu mais uma vez, Biden também fez outros ataques a Putin. "Putin é um cínico, e ele sabe disso. E é obsceno também. O presidente [Volodymyr] Zelensky foi democraticamente eleito [na Ucrânia]. E Putin tem a audácia por trás de autocratas ao dizer que faz o certo".

E ainda lembrou uma fala do presidente russo, antes do conflito, que tinha afirmado que não iria invadir a Ucrânia. "Repetidas vezes, ele disse que suas tropas estavam na fronteira apenas para treinamento", afirmou.

Ele fez questão de reafirmar o seu apoio ao povo ucraniano, ao mencionar a invasão russa, alertou que o mundo deve se preparar para uma luta longa, travada entre a "democracia e autocracia". 

* Com informações da France Presse

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.