MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

BNDES e Fida destinam R$ 1 bilhão para segurança alimentar no Nordeste

O programa deve oferecer capacitação e suporte para os agricultores familiares. Edital prevê que os estados escolhidos sejam responsáveis por repassar os recursos

Edital prevê que os estados escolhidos sejam responsáveis por repassar os recursos
Edital prevê que os estados escolhidos sejam responsáveis por repassar os recursos - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 19/07/2023, às 14h23

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Uma parceria entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), da Organização das Nações Unidas (ONU), traz esperança para cerca de 250 mil famílias de produtores rurais que enfrentam desafios no semiárido nordestino. O edital Sertão Vivo, lançado nesta terça-feira (18), disponibilizará aproximadamente R$ 1 bilhão para desenvolvimento de projetos de segurança alimentar e de adaptação às mudanças climáticas em quatro estados da região.

O objetivo do programa é oferecer capacitação e suporte para os agricultores familiares, incluindo comunidades tradicionais e povos indígenas, priorizando o empoderamento de mulheres e jovens. Esses projetos visam aumentar a resiliência dos sistemas de produção agrícola, conservar recursos hídricos e restaurar ecossistemas degradados, abrangendo 84 mil hectares e aproximadamente 1 milhão de pessoas.

Os quatro projetos selecionados receberão apoio direto reembolsável e não reembolsável. A parcela não reembolsável será destinada à instalação de 21 mil cisternas e de 16 mil unidades para tratamento e reuso de águas residuais domésticas. Inicialmente, o programa abrangerá quatro estados, mas o BNDES planeja expandi-lo para os nove estados do Nordeste.

+++ Bolsa Família paga mais de R$ 14 bilhões a 20,9 milhões de famílias em julho

Edital prevê que os estados escolhidos sejam responsáveis por repassar os recursos

A iniciativa é essencial para a preservação do bioma caatinga, que está ameaçado pelas mudanças climáticas. O presidente do Fida ressaltou a satisfação da organização em contar com o BNDES como aliado no desenvolvimento do semiárido nordestino e na valorização do bioma caatinga, exclusivo do Brasil.

O projeto Semeando Resiliência Climática em Comunidades Rurais do Nordeste representa um pioneirismo ao estender uma parceria com uma agência internacional, seguindo o modelo de operação da experiência brasileira no enfrentamento à pobreza rural e no combate à fome. Essa colaboração é vista como uma base para proteger os mais pobres diante da crise climática iminente.

Para a governadora Fátima Bezerra, coordenadora política da Câmara Técnica da Agricultura Familiar do Consórcio Nordeste, a parceria entre BNDES, Fida e os estados selecionados é um passo importante em meio à conjuntura atual. O edital prevê que os estados escolhidos sejam responsáveis por repassar os recursos diretamente aos produtores rurais, fortalecendo o apoio e o desenvolvimento local.

A expectativa é de que esse projeto se torne um exemplo de enfrentamento às dificuldades climáticas e uma fonte de aprendizado para o Brasil e o mundo.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.