MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Pagamento do Bolsa Família: adicional de R$ 50 entra em vigor; veja quem recebe

A Caixa Econômica Federal inicia o pagamento do Bolsa Família com o novo adicional de R$ 50 para famílias com gestantes e filhos de 7 a 18 anos

Pagamento do Bolsa Família: adicional de R$ 50 entra em vigor; veja quem recebe
Divulgação
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 19/06/2023, às 10h23 - Atualizado em 30/06/2023, às 09h30

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Caixa Econômica Federal encerrou os pagamento do Bolsa Família com a primeira parcela do novo adicional de R$ 50, destinado a famílias com gestantes e filhos de 7 a 18 anos.

Nesta sexta-feira (30), os beneficiários que possuem o Número de Inscrição Social (NIS) final 0 receberam a parcela, com o valor mínimo de R$ 600. 

A atualização no Bolsa Família representa um marco no programa, já que o benefício poderá chegar a até R$ 900 para aqueles que se enquadram nos requisitos para receber ambos os adicionais.

Desde março deste ano, o Bolsa Família passou a conceder um adicional de R$ 150 para famílias com crianças de até 6 anos. Com a implementação desse novo adicional de R$ 50, o valor total do benefício poderá chegar a R$ 900 para aqueles que têm direito a ambos os acréscimos. Essa mudança eleva o valor médio do benefício, tornando-o o maior da história do programa. 

+Dívida vencida? Caixa oferece desconto de até 90% para inadimplentes

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social afirma que a criação desse adicional é a última alteração prevista no programa, cuja implementação foi concluída neste mês.

No início deste ano, o programa social voltou a ser chamado de Bolsa Família. A garantia do valor mínimo de R$ 600 foi possibilitada pela aprovação da Emenda Constitucional da Transição, que permitiu o uso de até R$ 145 bilhões fora do teto de gastos, sendo que R$ 70 bilhões foram destinados ao financiamento do benefício.

O pagamento do adicional de R$ 150 teve início em março, após o governo realizar uma análise no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com o intuito de eliminar fraudes. Segundo o balanço mais recente, divulgado em abril, aproximadamente 2,7 milhões de pessoas com inconsistências no cadastro tiveram o benefício cortado.

Apesar desse corte, foi concedido um prazo de 60 dias para que cerca de 1,2 milhão de pessoas que se cadastraram como famílias unipessoais no segundo semestre do ano passado regularizem sua situação e comprovem os requisitos para retornar ao programa. A principal regra é que a renda mensal por pessoa na família seja de até R$ 218, valor obtido ao dividir a renda total pelo número de integrantes da família.

+Shein anuncia fábrica no Brasil e exportação para a América Latina

Bolsa Família: consulte as datas de pagamento e informações sobre o benefício

No modelo tradicional do Bolsa Família, os pagamentos ocorrem nos últimos dez dias úteis de cada mês. Os beneficiários podem obter informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas por meio do aplicativo Caixa Tem, que é utilizado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Calendário do Bolsa Família

O Governo Federal divulgou as novas datas de pagamento do calendário de julho do Bolsa Família, que beneficiará mais de 21,2 milhões de famílias. Mesmo o pagamento de junho ainda em andamento, as datas do próximo mês já podem ser consultadas.

Em julho, os depósitos têm início no dia 18 de julho para os beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 1 e segue até o dia 31 para o último grupo. 

+Atenção aposentado: confira oito dicas de educação financeira

Auxílio Gás também foi liberado

Além do Bolsa Família, o Auxílio Gás também está sendo pago para as famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) com NIS final 9. Embora o valor ainda não tenha sido divulgado, espera-se uma redução em relação aos R$ 110 pagos em abril, devido às recentes diminuições no preço do botijão.

Com previsão de duração até o final de 2026, o programa Auxílio Gás beneficia cerca de 6 milhões de famílias neste mês. Com a aprovação da Emenda Constitucional da Transição e da medida provisória do Novo Bolsa Família, o benefício será mantido em 100% do preço médio do botijão de 13 kg até o final do ano.

Para ser elegível ao Auxílio Gás, é necessário estar incluído no CadÚnico e ter pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lei que criou o programa estabeleceu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

O Auxílio Gás foi liberado para 5,62 milhões de famílias com um valor de R$ 109, que corresponde ao preço do botijão de gás. 

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.