MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Brasileiros elegem culpado pela alta dos combustíveis; revela pesquisa

Nova pesquisa realizada pelo instituto Genial/Quaest e divulgada nesta quarta (5) revela que brasileiros já sabem quem culpar sobre alta dos combustíveis

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 06/07/2022, às 17h42

Presidente Jair Bolsonaro (PL) durante fala em evento
Presidente Jair Bolsonaro (PL) durante fala em evento - Getty Images - Alta dos Combustíveis
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A nova pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira (6) revelou que os brasileiros já elegeram um culpado quando o assunto é a alta dos combustíveis. A constante elevação de preços tem travado uma disputa política pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) contra o ICMS — imposto estaduais, política de preços da Petrobras, governos passados e a guerra da Ucrânia. Saiba mais detalhes. 

Mesmo tendo travado uma batalha para baixar os preços dos combustíveis, 25% dos eleitores consideram Bolsonaro culpado pelos altos preços nos postos de todo o país. No geral, 20% dos brasileiros acreditam que a Petrobras é a responsável pelo aumento dos combustíveis, no mês anterior o percentual chegou a 16%. 

+++ Redução do ICMS para empresa que igualar gênero em contratação? Entenda

Bolsonaro tem criticado política de preços da estatal 

Nos últimos meses, a política de preços da estatal, classificada como Preço de Paridade de Importação (PPI) e a margem de lucro gerada por ela, tem sido alvo de críticas do presidente nos últimos meses. Por conta da constante alta dos combustíveis, Bolsonaro trocou o comando do Ministério de Minas e Energia e da própria petroleira, além de ameaçar instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no sentido de investigar a companhia por conta de mais um reajuste de preços.  

Entretanto, mesmo com os ataques do presidente a governadores e aos impostos estaduais, como o ICMS, 13% dos brasileiros os consideram culpado, uma diferença que chegou a um ponto a menos em relação ao mês passado. Ainda em junho, Bolsonaro sancionou o projeto que fixa a alíquota de cobrança do ICMS sobre combustíveis, energia e telecomunicações em até 17%. 

Eleitores afirmam acreditar que Bolsonaro não está fazendo o que pode para impedir alta de preços 

O percentual de 10% dos entrevistados acreditam que a guerra entre a Rússia e a Ucrânia é culpada. Outros 8% responsabilizam a alta do dólar e apenas 2% os donos de postos de combustíveis. 

Ainda de acordo com a pesquisa, 52% dos eleitores brasileiros afirmaram acreditar que Bolsonaro não está fazendo o que pode para impedir a alta dos combustíveis, já 42% pensam o contrário. 6% não sabem ou não responderam. 

O levantamento realizado pelo Genial/Quaest ouviu entre os dias 29 de junho e 2 de julho mais de 2.000 eleitores com 16 anos ou mais. A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais para cima ou para baixo em um nível de confiança de 95%. Sendo registrada com o número BR-01763/2022 na Justiça Eleitoral.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.