MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Cadastro Único é a porta de entrada para o Bolsa Família. Saiba como se inscrever

Em março, o Bolsa Família com valor mínimo de R$ 600 será pago para 21 milhões de famílias a partir do dia 20; Veja como se inscrever no Cadastro Único

Uma mulher segura o cartão do programa de transferência de renda
Uma mulher segura o cartão do programa de transferência de renda - Agência Brasil - Bolsa Família
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 08/03/2023, às 13h42

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do governo federal é a principal porta de entrada para o recebimento do Bolsa Família. No mês de março, o benefício será pago a partir do dia 20, para cerca de 21 milhões de famílias.

Além do valor mínimo de R$ 600, as famílias com filhos de até 6 anos, também recebem o adicional de R$ 150 por filho, não havendo limite de recebedores. Quem possui filho com idade entre 7 e 18 anos, receberá um adicional de R$ 50, também sem limite de beneficiários. As gestantes receberão benefício extra de R$ 50. 

O CadÚnico integra mais de 20 bases de dados do governo, a partir do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Com isso, é possível o cruzamento de dados para saber se a família é elegível para receber o Bolsa Família. Veja os registros disponíveis para cruzamento de dados: 

  • Dados de nascimento;
  • Óbito;
  • Identificação pessoal (a exemplo do CPF);
  • Informações atualizadas de renda;
  • Vínculos de emprego formal;
  • Benefícios previdenciários;
  • Auxílios do INSS.

+ Bolsa Família será antecipado em março para ESTES brasileiros; Veja

Saiba como se inscrever

Para passar a receber o programa de transferência de renda do governo, o responsável pelo grupo familiar deve comparecer ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo da sua residência para fazer a inscrição no Cadastro Único.

É possível realizar o pré-cadastro no aplicativo do CadÚnico disponível para os sistemas Android e iOS. Após esse passo, o cidadão deve comparecer, até o prazo de 120 dias ao CRAS ou um dos pontos de atendimento do Cadastro Único para realizar a complementação dos dados. 

Vale lembrar que os dados dos beneficiários devem ser atualizados a cada dois anos, essa é uma das exigências para continuar recebendo os benefícios sociais do governo. Caso não seja realizado o procedimento, o beneficiário pode ter o benefício interrompido. 

Veja os critérios para recebimento

Para receber a reformulação do programa de transferência de renda, uma família deve atender alguns critérios e estar em situação de pobreza. Veja abaixo:

  • A linha de pobreza foi reajustada para R$ 218, uma alta de 3,81% em relação aos R$ 210 que foram estabelecidos na criação do Auxílio Brasil em 2021;
  • Gestantes devem realizar pré-natal; 
  • Crianças menores de 7 anos devem passar por acompanhamento de seu estado nutricional; 
  • Crianças e adolescentes devem frequentar a escola com frequência mínima de 60%; 
  • Família inteira deve estar vacinada seguindo o Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.