MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Confira os PRINCIPAIS remédios que agora são gratuitos na Farmácia Popular

Ampliação do Farmácia Popular inclui anticoncepcionais e tratamento de osteoporose como novos medicamentos gratuitos, beneficiando milhões de pessoas em todo o país

Confira os PRINCIPAIS remédios que agora são gratuitos na Farmácia Popular
Agência Brasil
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 09/06/2023, às 10h21

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O governo federal anunciou na última quarta-feira (7) em Pernambuco a ampliação do Farmácia Popular, incluindo anticoncepcionais e remédios para tratamento de osteoporose no rol de gratuidades previstas no programa. Além disso, beneficiários do Bolsa Família poderão ter acesso gratuito a todos os 40 medicamentos do programa.

"Essa medida representa um avanço significativo para a saúde pública, garantindo o acesso universal a medicamentos essenciais", afirma o Ministério da Saúde.

O Programa Farmácia Popular do Brasil (PFPB) é uma iniciativa do Governo Federal em parceria com farmácias e drogarias da rede privada, visando complementar a disponibilização de medicamentos utilizados na Atenção Primária à Saúde (APS). Atualmente, o programa já disponibiliza gratuitamente remédios para diabetes, asma, hipertensão, osteoporose e anticoncepcionais. Além disso, oferece medicamentos e insumos subsidiados com até 90% do valor cobrado para dislipidemia, rinite, doença de Parkinson, glaucoma e fraldas geriátricas.

+Transações entre conta MEI e Pessoa Física podem causar problemas com a Receita Federal

"O objetivo é facilitar o acesso da população aos medicamentos necessários, promovendo a saúde e a prevenção de doenças", afirma o Ministério da Saúde.

A inclusão dos anticoncepcionais e dos remédios para osteoporose no rol de gratuidades do Farmácia Popular busca atender às demandas da população e contribuir para a prevenção de doenças. Essa medida visa garantir que esses medicamentos essenciais estejam ao alcance de todos, independentemente da renda.

Para obter os medicamentos gratuitos ou subsidiados pelo Programa Farmácia Popular do Brasil, é necessário comparecer a um estabelecimento credenciado, apresentando documento oficial com foto e número do CPF, além de uma receita médica dentro do prazo de validade.

Essa ampliação do Farmácia Popular é um dos objetivos do Plano Nacional de Saúde (PNS) 2020-2023, que visa expandir o programa para 90% dos municípios com menos de 40.000 habitantes. Com isso, mais pessoas terão acesso aos medicamentos essenciais, fortalecendo a promoção da saúde e o bem-estar da população.

+Não recebeu a restituição do Imposto de Renda? Veja quem tem direito ao 2º lote

Quais são os principais medicamentos gratuitos do Farmácia Popular?

Confira abaixo os PRINCIPAIS medicamentos que agora são gratuitos na Farmácia Popular:

  • Asma: brometo de ipratrópio (0,02 mg e 0,25 mg); dipropionato de beclometasona (50 mcg, 200 mcg e 250 mcg); sulfato de salbutamol (100 mcg e 5 mg).
  • Diabetes: cloridrato de metformina (500 mg, com e sem ação prolongada, e 850 mg); glibenclamida (5 mg); insulina humana regular (100 ui/ml); insulina humana (100 ui/ml).
  • Hipertensão: atenolol (25 mg); besilato de anlodipino (5 mg); captopril (25 mg); cloridrato de propranolol (40 mg); hidroclorotiazida (25mg); losartana potássica (50 mg); maleato de enalapril (10 mg); espironolactona (25 mg); furosemida (40 mg); succinato de metoprolol (25 ml).
  • Com coparticipação (e, agora, também gratuitos para quem recebe Bolsa Família)
  • Anticoncepcionais: acetato de medroxiprogesterona (150 mg); etinilestradiol (0,03mg) + levonorgestrel (0,15 mg); noretisterona (0,35 mg); valerato de estradiol (5 mg) + enantato de noretisterona (50 mg).
  • Dislipidemia (colesterol alto): sinvastatina (10 mg, 20 mg e 40 mg).
  • Doença de Parkinson: carbidopa (25 mg) + levodopa (250 mg); cloridrato de benserazida (25 mg) + levodopa (100 mg).
  • Glaucoma: maleato de timolol (2,5 mg e 5 mg).
  • Incontinência: fralda geriátrica.
  • Osteoporose: alendronato de sódio (70 mg).
  • Rinite: budesonida (32 mg e 50 mg); dipropionato de beclometasona (50 mcg/dose).
  • Diabetes tipo 2 + doença cardiovascular (> 65 anos): dapagliflozina (10 mg).

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.