MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Confirmação de casos de gripe aviária no Brasil gera alerta no setor de avicultura

Identificados casos em aves silvestres no Brasil, conforme autoridades, não há risco para produção e consumo de alimentos. Ministério alerta sobre vigilância e prevenção da doença

Transmissão para os seres humanos ocorre principalmente pelo contato com aves infectadas
Transmissão para os seres humanos ocorre principalmente pelo contato com aves infectadas - Agência Brasil
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 15/05/2023, às 21h04

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Ministério da Agricultura e Pecuária informou nesta segunda-feira (15) sobre a identificação de dois casos de Influenza Aviária de Alta Patogenicidade (H5N1), também conhecida como gripe aviária, em aves marinhas resgatadas no litoral do Espírito Santo. As aves, da espécie Trinta-réis-de-bando, foram encontradas nas cidades de Marataízes e Vitória, marcando os primeiros registros da doença no país.

Autoridades garantem que essas aves não fazem parte do sistema de produção avícola, descartando risco de contaminação em fábricas de frangos e ovos, assim como ao abastecimento interno. Os alimentos podem ser consumidos com segurança.

Apesar dos casos, o Brasil mantém sua classificação de país livre da gripe aviária, reconhecida internacionalmente. O ministério ressalta que a infecção em aves silvestres não afeta essa condição, e a Organização Mundial da Saúde Animal não deve impor restrições ao comércio de produtos avícolas brasileiros.

Após resgate, as aves foram submetidas a análises no Laboratório Federal de Defesa Agropecuária de São Paulo, uma referência na área. O diagnóstico foi confirmado e as autoridades brasileiras notificaram a entidade internacional sobre os casos.

+++ São Paulo registra a madrugada mais fria do ano; veja o tempo nos próximos dias

Transmissão para os seres humanos ocorre principalmente pelo contato com aves infectadas

O ministro Carlos Fávaro declarou estado de alerta para intensificar a preparação nacional e aumentar a vigilância em relação à pandemia de gripe aviária. O setor privado e os órgãos veterinários oficiais estão sendo mobilizados para fortalecer as ações de comunicação e prevenção, especialmente entre os criadores de aves.

A gripe aviária é uma doença viral altamente contagiosa que afeta aves silvestres e domésticas. A transmissão para os seres humanos ocorre principalmente pelo contato com aves infectadas, vivas ou mortas. Caso seja encontrada uma ave com sintomas da doença, como movimentos desequilibrados, pescoço caído e alta taxa de mortalidade em uma região, é importante entrar em contato com os serviços veterinários locais ou fazer uma notificação no e-Sisbravet.

Evitar o contato direto com aves doentes é fundamental, uma vez que o vírus está presente nas fezes e nas secreções respiratórias dos animais. É importante ressaltar que a gripe aviária não é transmitida pelo consumo de carne de frango ou ovos.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), representante dos avicultores, reforçou a segurança do consumo de carne de aves e ovos, respaldada por informações científicas de organizações como a Organização Mundial da Saúde Animal (OMSA) e a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO).

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.