MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Conheça a história de vida de Palmirinha, que foi vendida pela mãe e apanhou do marido

Morreu neste domingo (7), aos 91 anos, Palmira Nery Silva Onofre, conhecida carinhosamente como Palmirinha, que só começou sua carreira na TV aos 64 anos

Palmirinha, que faleceu hoje aos 91 anos
Palmirinha, que faleceu hoje aos 91 anos - Reprodução/Instagram
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 07/05/2023, às 17h51

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Morreu neste domingo, 7 de maio de 2023, aos 91 anos, Palmira Nery Silva Onofre, conhecida carinhosamente como Palmirinha, uma figura querida e adorada por muitos. No entanto, por trás do sorriso contagiante e das receitas deliciosas, a famosa cozinheira enfrentou grandes desafios em sua vida pessoal. Sua trajetória é marcada por superação.

Em sua autobiografia "A Receita da Minha Vida", lançado em 2001 e disponível para compra ainda hoje, Palmirinha abriu seu coração e revelou detalhes marcantes de sua história, incentivadas por suas três filhas. No livro, a avó ou amiguinha de muitos brasileiros relatou sua relação tumultuada com sua mãe, imigrante italiana.

A relação conturbada com a genitora começou na infância, na qual era mal tratada e apanhava com frequência. O pai tentava protegê-la, levando-a para todos os lugares para os quais ia. Para que os episódios de violência acabassem, seu pai a entregou a uma francesa que morava na Capital. Palmirinha chegou a falar que foi com ela que aprendeu tudo o que sabia.

Apesar de explorar sua mão de obra, a francesa fez uma "poupança" para Palmirinha, que nunca conseguiu acessar o dinheiro. Com a morte do pai, sua mãe tentou meter a mão na grana. Depois desse episódio, para evitar problemas com sua mãe, a estrangeira a devolveu aos 16 anos.

Foi então que sua mãe a vendeu a um fazendeiro para exploração sexual por "5 mil réis", mas sua tia a ajudou a fugir dessa situação, que não chegou a se concretizar. Apesar de todas as circunstâncias negativas pelas quais a mãe a fez passar, Palmirinha cuidou da mãe até sua morte. 

+Saiba novo valor da contribuição MEI após reajuste do salário mínimo

Casamento abusivo

Palmirinha também revelou em sua autobiografia detalhes de seu casamento abusivo. Ela se casou aos 19 anos e sofreu violência física e emocional nas mãos do marido, de quem conseguiu se separar aos 45 anos apenas. A cozinheira narra os momentos em que apanhava e as dificuldades enfrentadas para se libertar da relação opressora. Anos mais tarde, em entrevista à Marília Gabriela, disse que ele chegou a pedir perdão, após ela fazer sucesso na TV.

Virada de vida

A culinária foi usada por Palmirinha para conseguir criar suas filhas sozinha. Além de ser faxineira, chegou a cozinhar para fora, sob encomenda. Em 1994, com 63 anos, ela apareceu pela primeira vez na TV.  No livro, ela relata que foi descoberta por acaso quando participou do programa da apresentadora Silvia Popovic, na Band, que criou um quadro onde contava histórias de mães que conseguiram sustentar o lar sozinha. 

Sua presença carismática e seu talento na cozinha chamaram a atenção e, logo em seguida, foi convidada por ninguém menos que Ana Maria Braga para participar do programa "Note e Anote", na TV Record. A partir daí, a carreira de Palmirinha na televisão decolou.

+Qualificação profissional: FGV oferta 155 cursos online e gratuitos; inscreva-se!

Palmirinha: carreira 

Em 1999, ela foi convidada pela TV Gazeta para apresentar seu próprio programa, o TV Culinária, ficando à frente do programa por 11 anos. Ela também apresentou o Programa da Palmirinha, no canal fechado Bem Simples/FOX Life, que ficou no ar até 2015. Seu último trabalho na TV foi em 2019, como jurada do programa Chef ao Pé do Ouvido, do canal GNT.

Palmirinha encantou o público com sua simplicidade, receitas acessíveis e conselhos afetuosos. Seus programas foram sucesso absoluto, conquistando milhões de fãs em todo o país. Além de sua carreira na televisão, a cozinheira também expandiu seus horizontes.

Ela publicou livros de culinária, lançou produtos com sua marca, fez diversas publicidades e participou de eventos gastronômicos renomados. Sua paixão pela culinária e sua habilidade em compartilhar receitas saborosas a levaram a se tornar uma verdadeira referência na gastronomia brasileira. Também fazia sucesso nas redes sociais, nas quais tinha inúmeros seguidores.

"A Receita da Minha Vida" não apenas revela os momentos difíceis pelos quais Palmirinha passou, mas também celebra suas vitórias e conquistas ao longo dos anos. O livro é uma oportunidade para os fãs conhecerem a mulher por trás da famosa cozinheira, entendendo os desafios que ela enfrentou e como ela se tornou um símbolo de superação e inspiração.

Motivo da morte e velório

Palmirinha faleceu neste domingo (7) por volta das 11h20. A informação foi confirmada por familiares por meio das redes sociais da apresentadora. Segundo a família, ela estava internada na Unidade Paulista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz desde o dia 11 de abril e morreu em decorrência de um agravamento de problemas renais crônicos. 

"Exemplo de mãe que sempre batalhou para sustentar sua casa, dar educação e uma vida digna com qualidade para suas três filhas, Palmirinha é referência de mulher guerreira que também soube empreender e superar as dificuldades da vida", diz trecho do comunicado divulgado em sua rede social. Leia na íntegra abaixo:

O velório será realizado nesta segunda-feira (8), no Cemitério do Morumbi, das 9h às 17h. Parte da cerimônia será aberta ao público.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.