MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Consumo de carne bovina atinge o menor nível desde 2004 no Brasil; preços continuam altos

Alta produção e exportações deixam brasileiros sem acesso a preços mais baixos. A Conab prevê para 2023 aumento na disponibilidade per capita de carne bovina

Produção de carne bovina cresce, mas preços ao consumidor continuam elevados
Produção de carne bovina cresce, mas preços ao consumidor continuam elevados - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 31/03/2023, às 20h45

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

De acordo com relatório divulgado pela Consultoria Agro do Banco Itaú BBA, o consumo de carne bovina no Brasil atingiu o menor nível desde 2004. Em 2022, o consumo per capita foi de 24,2 kg por habitante, uma queda de 4 anos seguidos, mesmo com a produção de carne bovina tendo subido 6,5% no ano passado.

Foram abatidas 29,8 milhões de cabeças, alta de 7,5% em relação a 2021, mas o peso médio menor das carcaças fez a produção de carne aumentar em ritmo menor.O relatório revela ainda que a alta da produção não resultou em preços mais baixos para o consumidor, uma vez que o excedente foi exportado.

Das 7,9 milhões de toneladas de carne bovina produzida em 2022, 35% (2,85 milhões de toneladas) foram vendidas ao exterior, e as exportações cresceram 23,8% sobre 2021. O aumento da produção de carne para este ano é previsto no relatório, mas não há projeções para o consumo.

+++ Veja como se proteger de ligações de telemarketing indesejadas

Produção de carne bovina cresce, mas preços ao consumidor continuam elevados

Os dados do relatório são compatíveis com as informações divulgadas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que indica disponibilidade per capita de carne bovina no Brasil de 25,9 kg por habitante em 2022, o menor nível desde o início da série histórica em 1996. O indicador não mede o consumo, mas a oferta de carne no mercado interno dividido pela população.

A Conab prevê para 2023 aumento na disponibilidade per capita de carne bovina, com estimativa de 26,3 kg por habitante, alta de 1,8% em relação ao ano passado. A produção de carne bovina deve subir de 8,49 milhões para 8,75 milhões de toneladas (+3%), com as exportações aumentando 4%, de 3,02 milhões para 3,14 milhões de toneladas.

Ainda conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o preço médio da carne bovina teve alta de 18% em 2020, impulsionado pelas compras da China, mas em 2021 e 2022, a alta desacelerou para 7% e 1,84%, respectivamente.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.