MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Conta de luz deve ficar até 20% mais barata a partir de hoje (16); Entenda

A conta de luz deve ficar mais barata por causa do volume mais robusto de chuvas nos últimos seis meses

Victor Meira | victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 16/04/2022, às 10h16

None
Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Depois de um ano de 2021 complicado na gestão para os brasileiros em relação a energia elétrica por causa da crise hídrica, a partir de hoje (16) a cobrança da bandeira tarifária mais cara deixará de ser cobrada. Segundo as estimativas do governo federal, a conta de luz deve ficar até 20% mais barata. 

A bandeira de escassez hídrica entrou em vigor em setembro de 2021. Ela cobrava uma taxa extra na conta de energia elétrica de R$ 14,20 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. 

A redução na conta de luz foi possível graças às chuvas dos últimos meses que conseguiram encher quatro dos cinco principais reservatórios do país, que operam o sistema elétrico brasileiro. Com isso, não é mais preciso recorrer ao uso das termelétricas, que possuem custos de operação maiores que o das hidrelétricas. 

Apesar dos reservatórios mais cheios em diversas regiões do Brasil, somente os reservatórios da Região Sul ainda estão com níveis baixos devido ao período de estiagem na região. 

Conta de luz mais barata: “Brasil superou a pior seca da história”, destaca MME

O Ministério de Minas e Energia (MME) informa que, em 2021, o Brasil teve “a pior seca já registrada na história”. Como a matriz energética do Brasil é baseada nas usinas hidrelétricas, a falta de chuvas provocou uma das maiores crises de geração de energia dos últimos 20 anos. 

Em nota, a pasta explica que o governo federal precisou utilizar fontes de energia alternativas, como as termelétricas, para garantir a segurança no fornecimento de energia elétrica. “Com o esforço dos órgãos do setor, o país conseguiu superar esse desafio, os reservatórios estão muito mais cheios que no ano passado e o risco de falta de energia foi totalmente afastado”, exalta a nota.

Segundo o MME, o reservatório da usina de Furnas terminou o mês de março acima de 80% de seu volume útil. 

O secretário de Energia Elétrica, Christiano Vieira, afirmou, em entrevista à EBC, que os reservatórios estão, em média, com 70% de níveis de armazenamento. Isso representa, segundo ele, um nível bastante relevante nessa época do ano. 

“Não dispomos de níveis assim desde 2012. Temos uma condição de segurança muito considerável. Na prática, significa que pouca geração termelétrica será necessária, o que se traduz em uma expectativa de bandeira verde até o final do ano”, disse.

*com informações da Agência Brasil

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.