MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Dino anuncia criação da Ameripol: Comunidade de Polícias das Américas

A criação da Ameripol (Comunidade de Polícias das Américas) será formalizada nesta quinta, em Brasília. Composta por 16 países, Ameripol foi inspirada na Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal)

Homem com arma empunhada e bandeiras dos países da América do Sul ao fundo
Homem com arma empunhada e bandeiras dos países da América do Sul ao fundo - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 08/11/2023, às 23h16

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Na iminência de um acordo histórico, o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, revelou hoje (8) a formalização da criação da Ameripol(Comunidade de Polícias das Américas). O tratado, que será oficializado nesta quinta-feira (9), reúne o Brasil e outros 15 países em uma parceria estratégica para fortalecer a cooperação policial nos territórios das Américas, inspirada no modelo da Interpol.

Em declarações à imprensa, Dino destacou a relevância do novo mecanismo na abordagem de questões transnacionais, especialmente diante do crescente desafio representado pela transnacionalização do crime organizado. "Tema como a lavagem de dinheiro hoje é essencialmente transnacional, que passa por cripto ativos", enfatizou o Ministro.

A cerimônia de formalização da entidade está agendada para ocorrer no Ministério da Justiça, em Brasília, onde autoridades dos Ministérios de Relações Exteriores e representantes das embaixadas estarão presentes para celebrar o acordo.

+Reforma Tributária é aprovada no Senado e Haddad dá nota 7,5 ao texto

Crimes cibernéticos

O Ministro também ressaltou a importância do combate aos crimes cibernéticos, incluindo transações envolvendo cripto ativos, como um dos principais objetivos da Ameripol. Esta cooperação será liderada pelo diretor-geral da Polícia Federal do Brasil, delegado Andrei Rodrigues, que desempenhará o papel de secretário-geral da Comunidade de Polícias das Américas.

Além disso, o Ministro Flávio Dino, em conjunto com o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, assinaram um acordo de cooperação técnica para criar o Comitê de Inteligência Financeira e Recuperação de Ativos (Cifra). O foco principal será combater a lavagem de dinheiro por grupos criminosos, visando asfixiar financeiramente essas organizações, especialmente as chamadas narcomilícias.

Dino destacou ainda a interdependência das ações entre países vizinhos, ressaltando que o que acontece em um território frequentemente tem repercussões diretas em outros. "Não existe solução fácil ou única no campo da segurança pública e políticas afins. Acreditamos que os resultados desses esforços conjuntos serão cada vez mais evidentes com esses ajustes institucionais", ressaltou o Ministro.

Interpol: o que é e onde atua?

A Interpol, ou Organização Internacional de Polícia Criminal, é uma organização internacional que facilita a cooperação entre as forças policiais de diferentes países. Fundada em 1923, sua sede está localizada em Lyon, na França. Seu centenário foi comemorado no dia de hoje (8).

A Interpol atua como uma plataforma que permite a troca de informações e a colaboração em investigações policiais transnacionais, além de fornecer suporte operacional e técnico para combater o crime em escala global.

Seu principal objetivo é facilitar a cooperação internacional na aplicação da lei, fornecendo um mecanismo centralizado para que agências policiais de diferentes países possam colaborar, compartilhar informações, técnicas e boas práticas, ajudando a prevenir e investigar crimes que ultrapassam as fronteiras nacionais.

A organização não possui autoridade para realizar prisões ou conduzir investigações por conta própria, mas atua como uma rede de cooperação entre agências policiais nacionais em todo o mundo, abordando uma ampla gama de crimes, desde tráfico de drogas e terrorismo até tráfico de seres humanos e cibercrimes.

Essa rede de colaboração visa ajudar na identificação e na captura de criminosos internacionais, proporcionando um intercâmbio de informações valiosas para a aplicação da lei em diferentes países. A abrangência de atuação da Interpol é global, já que conta com a participação de 194 países membros, entre eles o Brasil. Confira outros:

  • Estados Unidos
  • Reino Unido
  • Alemanha
  • França
  • Rússia
  • China
  • Japão
  • Índia
  • Canadá
  • Brasil

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.