MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Dólar sobe 4% e atinge maior alta diária desde início da pandemia; Ibovespa cai 3%

O dólar comercial chegou a ser cotado a R$ 4,83 nesta sexta-feira (22), enquanto o índice Ibovespa caiu 2,86%, encerrando o dia aos 111.078 pontos. Confira

MYLENA LIRA | REDACAO@JCCONCURSOS.COM.BR
Publicado em 22/04/2022, às 19h57

Índice Ibovespa: mulher conta cédulas de dólar
Índice Ibovespa: mulher conta cédulas de dólar - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O dólar comercial chegou a ser cotado a R$ 4,83 nesta sexta-feira, 22 de abril de 2022, e fechou o dia em R$ 4,80 - alta de 4%. A elevação da moeda norte-americana foi a maior alta diária registrada desde 16 de março de 2020. Além disso, o mercado de ações teve um dia de perda. O índice Ibovespa, da B3, caiu 2,86%, encerrando o dia aos 111.078 pontos. Na semana, a bolsa de valores brasileira teve queda de 4,67%, a maior perda semanal desde outubro do ano passado. O cenário negativo veio em meio a tensões interna e externa.

No Brasil, o dia foi marcado por incertezas políticas internas após Bolsonaro (PL) conceder perdão presidencial ao deputado Daniel Silveira, condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por diversos crimes. Beneficiado com o instituto da graça (indulto individual), o parlamentar pode ficar isento de cumprir os quase nove anos de reclusão. Além disso, o pedido de vista coletivo do Tribunal de Contas da União em relação à privatização da Eletrobrás impactou as negociações.

O impacto do Ibovespa foi sentido também por questões vindas dos EUA. A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, informou que a inflação "seguirá conosco por mais um tempo", em entrevista à emissora CNBC. Já o presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, confirmou que o órgão elevará os juros básicos da maior economia do mundo em 0,5 ponto na próxima reunião, no início de maio.

Com a sinalização de aumento dos juros nos Estados Unidos, aumentou a demanda por dólares em todo o planeta. Juros mais altos em economias avançadas estimulam a fuga de capitais de países emergentes, como o Brasil. Durante a semana, um dos dirigentes regionais do Federal Reserve disse apoiar um aumento de 0,75 ponto na próxima reunião do órgão.

+Perdão presidencial: conheça a diferença entre indulto, graça e anistia

Bolsa cai: pior semana em seis meses

A volta do feriado reservou um dia de pânico ao mercado financeiro. Além da maior alta do dólar para um único dia após o começo da pandemia do coronavírus, o Ibovespa teve a maior queda diária desde novembro e registrou a pior semana em seis meses. Além disso, o real liderou a desvalorização entre as principais moedas do planeta no dia de hoje.

Para o presidente Jair Bolsonaro, porém, a economia brasileira tem um dos melhores desempenhos no cenário pós-pandemia. A afirmação foi feita hoje (22), em Porto Seguro (BA), durante evento para comemorar os 522 anos do descobrimento do Brasil. Ele declarou que o país resiste às dificuldades externas, provocadas pela pandemia da Covid-19 e pela guerra entre Rússia e Ucrânia.

*com informções da Agência Brasil

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.