MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Elon Musk, dono da Tesla, quer comprar o Twitter por R$ 195 bilhões

Além de oferecer um pouco mais de R$ 195 bilhões para comprar o Twitter, Musk afirmou que se a rede social não aceitar a oferta, ele irá se desfazer das suas ações atuais

Victor Meira | victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 14/04/2022, às 10h25

None
Divulgação Tesla
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O bilionário Elon Musk, fundador da Tesla e da SpaceX, ofereceu US$ 41,5 bilhões, aproximadamente R$ 195,75 bilhões, para comprar a rede social Twitter. A informação foi confirmada, na manhã desta quinta-feira (14), em um documento regulatório da empresa do passarinho. 

Segundo o documento, a oferta foi de US$ 54,20 por ação do Twitter, cerca de R$ 255. Vale destacar que o valor é 38% mais alto que o preço da ação da rede social negociada pela Nasdaq, bolsa de valores de tecnologia de Nova Iorque, nos Estados Unidos. 

Na última semana, Musk já havia comprado uma participação de 9,2% do Twitter. Apesar da compra, o bilionário rejeitou fazer parte do conselho de administração da rede social. 

Em comunicado destinado para a empresa, o dono da Tesla ameaçou o Twitter afirmando que caso a oferta não seja aceita, ele "reconsiderará" sua posição de acionista.

"Desde que fiz meu investimento, me dei conta de que a companhia não vai nem prosperar nem atender a esse imperativo social em sua forma atual. O Twitter precisa ser transformado em uma empresa privada", escreveu em carta endereçada ao presidente do conselho da rede, Bret Taylor. "Esta é minha melhor oferta e a oferta final".

De acordo com a agência de notícia Reuters, o Twitter, por meio de uma fonte anônima, irá avaliar a proposta de Musk e receberá conselhos do banco de investimentos Goldman Sachs e do escritório de advocacia Wilson Sonsini Goodrich & Rosati para tomar uma decisão.

Na última terça-feira (12), ex-acionistas do Twitter processaram Elon Musk por ter demorado a divulgar oficialmente a compra de ações na rede social. O atraso fez com que o grupo perdesse o aumento no preço das ações da rede após o anúncio da participação de Musk.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.