MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Empresa ucraniana desmente Fake News publicada pelo Governo de SP

Segundo um colunista do UOL, o tamanho do investimento da empresa ucraniana no seria correspondente a um quarto do PIB da Ucrânia em 2022

Empresa ucraniana desmente Fake News publicada pelo Governo de SP
Divulgação
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 26/04/2023, às 23h08

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Nesta semana, a CNN Brasil divulgou uma reportagem sobre um investimento de US$ 50 bilhões da Ucrânia que seria realizado no Brasil por meio da empresa de aviação Antonov. Mas diante da posição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sobre o conflito contra a Rússia teria sido o motivo da desistência do investimento por aqui. 

Apesar disso, a empresa ucraniana emitiu uma nota desmentindo a notícia. No documento, a Antonov afirma que não tem “um representante autorizado no Brasil e não concedeu a quaisquer pessoas, incluindo escritórios de advocacia, qualquer autoridade para representar os interesses da Empresa”. 

+Brasil registra aumento expressivo nos casos de chikungunya, dengue e zika em 2023

Após a reportagem da CNN, diversos usuários da rede social acusou a empresa jornalística de divulgar fake news pelo tamanho do investimento ucraniano no Brasil em meio a uma guerra.

Em sua coluna no UOL, Ricardo Kotscho apontou que o valor do investimento seria o equivalente a cerca de 25% do PIB da Ucrânia em 2022, que caiu quase 30% por causa da invasão russa. 

Ainda nesta quarta, a CNN revelou que a fonte da informação saiu do Palácio dos Bandeirantes. “Mais cedo, a CNN noticiou que, segundo o governo paulista, representantes da estatal ucraniana Antonov estiveram no Palácio dos Bandeirantes para tratar de investimentos na ordem de US$ 50 bilhões para a construção de uma planta industrial no país”, cita a empresa jornalística.

+Governo anuncia retomada do programa de reforma agrária para evitar conflitos no campo

A CNN ainda escreveu que o governo de São Paulo relatou que recebeu no dia 11 de abril os “representantes de Oleksandr Nykonenko e Victor Avdeyev, conselheiro e vice-presidente da Antonov Company, para audiência a respeito do interesse da estatal ucraniana Antonov desenvolver atividades no Brasil, em especial no Estado de São Paulo”.

Diante da repercussão do caso, o ministro de Portos e Aeroportos e ex-governador de São Paulo, Márcio França, escreveu em suas redes que é lamentável que o governo paulista tenha produzido “fake news” contra o governo federal. 

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.