MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Esgotamento profissional: conheça as áreas com maior propensão ao burnout no Brasil

Algumas profissões apresentam características que podem contribuir para o surgimento do burnout. É importante buscar apoio profissional e estabelecer limites entre trabalho e vida pessoal

Confira as áreas do mercado de trabalho mais propensas a desenvolverem burnout
Confira as áreas do mercado de trabalho mais propensas a desenvolverem burnout - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 17/08/2023, às 21h20

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O burnout, também conhecido como síndrome do esgotamento profissional, tem se tornado uma preocupação crescente no ambiente de trabalho. Diversas profissões estão sob os holofotes devido à sua maior propensão ao desenvolvimento dessa condição, que envolve exaustão emocional, despersonalização e diminuição da realização pessoal.

Além disso, pessoas com burnout podem apresentar dificuldade de concentração, alterações no sono e na alimentação, sintomas físicos como dores de cabeça e musculares, irritabilidade, mudanças de humor e isolamento social.

De acordo com especialistas, algumas profissões apresentam características que podem contribuir para o surgimento do burnout devido à pressão, carga horária extensa, demandas emocionais e outros fatores.

+++ Cibersegurança: profissão tem escassez de profissionais; salários acima de R$ 30 mil

Confira as áreas do mercado de trabalho mais propensas a desenvolverem burnout

Saúde e Cuidados: Profissionais da área da saúde, como médicos, enfermeiros e psicólogos, muitas vezes lidam com situações emocionalmente desafiadoras, longas jornadas de trabalho e a responsabilidade pelo bem-estar dos pacientes.

Educação: Professores também estão suscetíveis ao burnout, devido às demandas de preparação de aulas, interação com alunos e pressão por resultados educacionais.

Atendimento ao Cliente: Trabalhadores de call centers e atendimento ao cliente frequentemente enfrentam altos níveis de estresse e demandas emocionais constantes.

Área Jurídica: Advogados e profissionais jurídicos podem experimentar burnout devido à pressão por prazos, longas horas de trabalho e o peso das responsabilidades legais.

Tecnologia da Informação (TI): Profissionais de TI muitas vezes lidam com prazos apertados, demandas de solução de problemas e a necessidade de se manterem atualizados em um ambiente em constante evolução.

Jornalismo: Jornalistas enfrentam prazos rigorosos, ambientes de trabalho muitas vezes estressantes e exposição constante a notícias negativas.

Serviço Social: Profissionais que atuam em serviços sociais podem experimentar burnout devido ao envolvimento emocional com situações delicadas e complexas.

Vendas e Marketing: A pressão por metas e resultados pode levar a altos níveis de estresse entre profissionais de vendas e marketing.

Para lidar com o burnout, é importante buscar apoio profissional, estabelecer limites entre trabalho e vida pessoal, praticar o autocuidado, se comunicar com amigos e familiares, reavaliar prioridades, desenvolver habilidades de organização e, em casos extremos, considerar mudanças no ambiente de trabalho ou carreira. Reconhecer precocemente os sintomas e adotar medidas de prevenção são fundamentais para a saúde mental e bem-estar.

+Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.