MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Ficou desempregado? Veja valor e parcelas do seguro-desemprego que tem direito

Os trabalhadores que foram demitidos sem justa causa podem acessar o seguro-desemprego; saiba o valor do benefício e o número de parcelas pagas

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 27/06/2022, às 20h31

Um homem segura um celular com o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital
Um homem segura um celular com o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital - Divulgação - Seguro-Desemprego
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A economia desaquecida do país fez com que muitos trabalhadores perdessem postos de trabalho. Só para se ter uma ideia, no último trimestre, a taxa de desemprego no Brasil alcançou 11,1%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Veja valor e parcelas do seguro-desemprego

Os trabalhadores formais que foram demitidos sem justa causa, além de outras condições, podem ter acesso ao benefício da Seguridade Social do Governo Federal, que garante assistência financeira temporária a esses trabalhadores. 

+++ Governo lança novos modelos de carteira de identidade e passaporte; quando começa a valer?

Veja quem pode receber o seguro-desemprego

Os trabalhadores para terem acesso ao benefício não podem receber qualquer benefício previdenciário, com exceção do auxílio-acidente, do auxílio suplementar e do abono de permanência em serviço. Além de não possuir renda própria suficiente para manter a sua família ou receber salários de pessoa jurídica ou de pessoa física nas seguintes condições. Veja: 

  • Pelo menos 12 meses nos últimos 18 meses imediatamente anteriores à data de dispensa, quando da primeira solicitação; ou
  • Pelo menos 9 meses nos últimos 12 meses imediatamente anteriores à data de dispensa, quando da segunda solicitação; ou
  • Cada um dos 6 meses imediatamente anteriores à data de dispensa, quando das demais solicitações.

Saiba qual o valor do seguro-desemprego 

As parcelas são calculadas de acordo com o piso nacional, isto é, que está atualmente no valor de R$ 1.212. Também é levado em consideração na hora de fazer o cálculo do valor da parcela, a média do salário do trabalhador, com base nos últimos três meses com registros na folha de pagamento. Entre outras alterações, este cálculo inclui comissões e sobretaxas noturnas.

Quantas parcelas posso receber?

Segundo regras estipuladas, a quantidade de parcelas pode variar entre 3 e 5, o fator determinante é o tempo de trabalho. Neste caso, quem trabalhou por pelo menos seis meses com carteira assinada e puder comprovar, receberá 3 parcelas. O trabalhador que comprovar pelo menos 12 meses de trabalho, tem direito a 4 parcelas. Já quem trabalhou pelo menos 24 meses de trabalho, receberá 5 parcelas. 

Saiba como dar entrada no benefício 

O benefício do seguro-desemprego pode ser solicitado pelo aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, disponível para os sistemas Android e iOS, no portal gov.br ou pelo telefone 158, a ligação é gratuita. Os documentos necessários são o documento do Requerimento do Seguro-Desemprego, que é recebido pelo trabalhador no momento da demissão sem justa causa e o número do CPF. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.