MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Fique por dentro dos comportamentos que podem te banir do Whatsapp; veja como evitar

O Whatsapp é uma das plataformas mais utilizadas pelos brasileiros e ser banido é algo impensável para muita gente. Veja como isso pode acontecer

Pedro Miranda* | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 30/03/2022, às 17h48

Confira algumas situações que podem te banir do Whatsapp
Confira algumas situações que podem te banir do Whatsapp - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

OWhatsapp já é uma das ferramentas de trabalho mais utilizadas no Brasil. A plataforma é um espaço para compra, venda, encontros, trabalhos, reunião de amigos, entre outras finalidades. Mas você já imaginou um dia em ser banido por mal uso do aplicativo? Parece algo distante de acontecer, mas basta violar os termos da empresa para ficar sem acesso ao Whatsapp para sempre. Confira a relação feita pela Tilt de algumas situações que podem bloquear a sua conta e acesso à plataforma para você ficar consciente e evitar no dia a dia. 

+++ Governo de SP sanciona reajuste salarial de até 20% para todos os servidores públicos; Veja

Veja os comportamentos que podem te banir do Whatsapp

1 - É comum ver pessoas falando na internet sobre outras “versões” do Whatsapp, exemplo o WhatsApp GB e Whatsapp Plus. Mas mesmo parecendo algo inofensivo a empresa não autoriza o funcionamento de plataformas não oficiais como as citadas. Caso a empresa detecte o uso desses apps “clones”, o número poderá ser bloqueado. Foi uma atitude adotada pelo Whatsapp para combater a prática que viola os termos de serviços e rompe as políticas de privacidade. Na dúvida, só use o app original com o seu número do WhatsApp.

2 - Conta inativa por mais de 120 dias. De acordo com as regras do Whatsapp, depois de todo esse tempo sem uso, o sistema poderá entender que a conta está inativa e banir o número. Nessas situações os usuários serão notificados antes sobre a chance de ser banido da plataforma, além de orientações para evitar a ação. O site do aplicativo explica que o objetivo da exclusão após a inatividade é “manter a segurança, limitar a retenção de dados e proteger a privacidade de nossos usuários”.

3 - Bloqueio frequente dentro de 24 horas. Sim, se muitas pessoas bloquearem algum usuário dentro de 24 horas, a plataforma deleta o número do aplicativo imediatamente. Atualmente, qualquer pessoa com uma conta banida precisa entrar em contato com o suporte do Whatsapp. A recuperação da conta pode levar muito tempo.

4Envios de spam. A disseminação de vírus e spam dentro da plataforma tornou-se generalizada. Se o sistema detectar, a pessoa responsável pelo envio em massa pode bloquear o número - um alerta para não ser esse tipo de pessoa. Como o WhatsApp faz isso mesmo sem acesso ao conteúdo da conversa? Uma das estratégias para detectar spam são as reclamações de outros usuários. A maioria dos spammers são detectados dessa maneira.

No Android e no iPhone você deve entrar na conversa em questão. Ao abrir a tela com informações do contato, ache o item "Denunciar". Siga as demais orientações e confirme. Além das denúncias, o aplicativo consegue identificar até antes, analisando possíveis padrões de quem enviou a mensagem. O WhatsApp ainda usa inteligência artificial e aprendizado de máquina para que computadores façam essa análise automaticamente.

5 - Fake news. Espalhar notícias falsas também é uma violação das políticas de serviço do WhatsApp. A punição para notícias falsas é o bloqueio a partir de denúncias de outros usuários.

6 - Ofensas Ilegais ou Impróprias. Enviar mensagens com crimes ilegais, difamatórios, obscenos, intimidantes, assediantes e de ódio racial e étnico incentivando crimes violentos contra crianças ou qualquer pessoa e colocando-os em risco é estritamente proibido nos termos de serviço do Whatsapp.

7 - Contas não autorizadas Quando uma conta é criada sem autorização do Meta, ela pode ser banida imediatamente. Todos os usuários do aplicativo precisam de um número de verificação quando ingressam no serviço. Essa é uma maneira de verificar se esses contatos existem.

*Estagiário sob supervisão do jornalista Jean Albuquerque

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.