MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Gás, gasolina e diesel em queda! Nova política da Petrobras DERRUBA preços

A Petrobras anunciou uma significativa redução nos preços do diesel, gasolina e gás de cozinha, acompanhada de uma mudança na política de preços da empresa. Entenda a mudança

Pessoa com bomba de combustível na mão ao lado de carro branco
Pessoa com bomba de combustível na mão ao lado de carro branco - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 16/05/2023, às 18h49

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Petrobras, empresa estatal brasileira responsável pela produção e distribuição de combustíveis, anunciou nesta terça-feira (16) uma significativa redução nos preços do diesel, gasolina e gás de cozinha, acompanhada de uma mudança na política de preços adotada nos últimos seis anos. As alterações têm o objetivo de "abrasileirar" os valores dos combustíveis, tornando-os mais acessíveis à população.

A redução anunciada para o preço médio do diesel foi de R$ 0,44 por litro, passando de R$ 3,46 para R$ 3,02 nas distribuidoras. Já a gasolina terá uma diminuição de R$ 0,40 por litro, saindo de R$ 3,18 para R$ 2,78. Vale ressaltar que esses valores correspondem aos preços pagos pelas distribuidoras, e que o valor final ao consumidor nos postos é afetado por outros fatores, como impostos e margens de lucro da distribuição e revenda.

+Imposto de Renda: veja como declarar compra, venda e alugueis de imóveis

Gasolina mais barata e nova política de preços

A queda no preço dos combustíveis veio acompanhada da mudança na política de preços da Petrobras. A mudança foi uma das promessas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante sua campanha eleitoral no ano passado. Agora, a empresa deixa de seguir a antiga política de Paridade de Preços Internacional (PPI), adotada desde 2016 no governo Temer e mantida pelo governo Bolsonaro que encarecia os combustíveis.

A antiga política vinculada os preços praticados no Brasil aos valores do mercado internacional, considerando o preço do barril de petróleo tipo brent em dólar, custos de logística e taxas portuárias, além de uma margem para remuneração de riscos.

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, afirmou em coletiva de imprensa: "A Petrobras recupera sua liberdade de estabelecer preços. Nos alforriamos de um único e exclusivo fator, que era a paridade". O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, destacou que essa mudança representa uma "abrasileirar" dos preços dos combustíveis, trazendo benefícios para o governo e para a sociedade.

+Você sabia que existe PENA de MORTE no Brasil? Confira quando é aplicada

Queda do preço do gás de cozinha

Além da redução nos preços dos combustíveis, a Petrobras também anunciou uma diminuição de 21,3% no preço médio de venda do gás de cozinha (GLP). A partir de amanhã, o botijão de 13 quilos será vendido às distribuidoras por um valor médio R$ 8,97 menor que o atual. Se as distribuidoras repassarem essa economia integralmente ao consumidor final, o preço médio do botijão poderá chegar a R$ 99,87.

Jean Paul Prates comemorou a redução no preço do botijão de gás, dizendo: "Esta é a melhor notícia. Baixamos [o preço do botijão] de R$ 100". Ele ressaltou que essa é a primeira vez, desde outubro de 2021, que o preço do botijão de gás vendido às distribuidoras fica abaixo dos R$ 100.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.