MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Golpistas se passam por assistente virtual do INSS no Whatsapp para roubar dados; entenda

INSS alerta que criminosos chegam a fornecer número de contrato aos segurados para se passar pela central de atendimento. Veja dicas para evitar golpe

Pedro Miranda* | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 22/03/2022, às 17h01

A central de atendimento do INSS não entra em contato pelo WhatsApp para “conversar” ou solicitar informações
A central de atendimento do INSS não entra em contato pelo WhatsApp para “conversar” ou solicitar informações - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Golpistas estão entrando em contato com beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) como se fossem uma suposta “Central de atendimento” para roubar dados pessoais. Em alguns casos, a imagem da assistente virtual do órgão ‘Helô’ também é utilizada. As abordagens têm ocorrido pelo aplicativo de mensagem de celular, o WhatsApp.

O INSS orienta a todos que, caso recebam esse tipo de contato, façam o bloqueio imediatamente e não forneçam nenhuma informação como dados pessoais, fotos ou documentos. O órgão alerta ainda que para transmitir credibilidade, os criminosos chegam a fornecer o número de contrato aos segurados.

Em caso de tentativas de golpes é importante fazer a denúncia à Ouvidoria pela internet ou pelo telefone 135. Se tiver sofrido um golpe, registre um Boletim de Ocorrência e comunique aos órgãos envolvidos (por exemplo, o próprio INSS e o banco em que recebe o benefício, se for o caso).

Confira algumas dicas para evitar cair no golpe

A Helô é um plantão de dúvidas que pode ser acessado apenas pelo Meu INSS e nunca entra em contato com o segurado pelo WhatsApp para “conversar” com ela ou solicitar informações pelo aplicativo de mensagens. No aplicativo Meu INSS, e apenas lá, a Helô irá solicitar apenas duas informações para iniciar o atendimento: nome e CPF. E só depois solicita o envio dos dados pessoais, fotos ou documentos.

Veja as dicas 

  • Mantenha sempre atualizados os seus dados de contato, como telefone, e-mail e endereço. Isso deve ser feito pelo Meu INSS ou pelo telefone 135;
  • Caso alguém faça qualquer comunicação pedindo dados ou fotos em nome do INSS, não atenda a solicitação, desligue a ligação e bloqueie o contato;
  • O INSS nunca entra em contato direto com a pessoa para solicitar dados, nem pede o envio de fotos de documentos;
  • O número do SMS usado pelo INSS para informar os cidadãos é 280-41. O INSS nunca manda links, nem pede documentos pelo SMS.
  • Sempre que o INSS convoca o cidadão para apresentar documentos, essa convocação fica registrada no Meu INSS e pode ser verificada também pelo telefone 135.
  • A pessoa deve utilizar apenas os canais oficiais de atendimento para cumprir qualquer solicitação do INSS, seja para agendar um serviço, seja para entregar algum documento: aplicativo/site Meu INSS ou agência da Previdência Social (com agendamento);
  • É bom saber que quando alguém liga para o telefone 135 ou é atendido pelo chat humanizado da Helô, o atendente pode pedir algumas informações. Esse é um procedimento de segurança para confirmar a identidade de quem telefonou ou acessou o chat;

*Estagiário sob supervisão do jornalista Jean Albuquerque

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

 

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.