MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Governo decide excluir milhares de beneficiários do Bolsa Família. Veja motivos e como consultar

O número de pessoas excluídas do benefício deve ser ampliado nos próximos meses. Além disso, mais de duas mil famílias optaram por sair do Bolsa Família por meio de app do governo

O número de pessoas excluídas do Bolsa Família deve ser ampliado nos próximos meses
O número de pessoas excluídas do Bolsa Família deve ser ampliado nos próximos meses - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 24/02/2023, às 18h35 - Atualizado às 18h50

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Nesta sexta-feira (14), o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Wellington Dias, anunciou que 1,55 milhão de beneficiários do Bolsa Família deixarão de fazer parte do programa a partir de março. Em entrevista à GloboNews, Dias afirmou que após análise, o governo identificou que essas pessoas estavam recebendo o benefício irregularmente.

"Vamos tirar mais de 1,5 milhão desse cerca de 5 milhões que estamos focados [em investigar]. Esse 1,5 milhão, temos segurança de que não preenche os requisitos. A partir de março. Recebem de forma irregular", afirmou o ministro.

Segundo Dias, o número de pessoas excluídas do benefício deve ser ampliado nos próximos meses. Depois disso, cerca de 2,5 milhões de benefícios serão cancelados. Com essa medida, o objetivo final é adicionar as famílias que precisam. “Hoje, temos 21,9 milhões de famílias recebendo”, destacou.

+++ Inflação volta a subir e prejudica os bolsos dos brasileiros. Veja produtos em alta

Mais de duas mil famílias optaram por sair do Bolsa Família por meio de app do governo

Ademais, o ministro também afirmou que cerca de 2.265 famílias decidiram sair voluntariamente por meio de um aplicativo disponibilizado pelo governo federal. Segundo o ministro, mais 700 mil famílias que seguem as regras do programa, mas que ainda não recebem, serão contempladas com o Bolsa Família.

O ministro também confirmou que será aplicado o valor adicional para famílias numerosas. Segundo ele, o modelo do governo Bolsonaro de pagar 600 reais para famílias de um membro e os mesmo valor para outras famílias de seis ou sete membros não teria sentido.

"Não faz nenhum sentido. Por isso, vamos ter também uma valor extra per capita, para atender às famílias mais numerosas. Quem vai tomar a decisão final é o presidente Lula", explicouo ministro. 

Veja como consultar se você ainda receberá o Bolsa Família

Uma das maneiras de consultar é via Atendimento Caixa, por meio do telefone 111. Também há a opção de acessar os aplicativos Caixa Tem ou Auxílio Brasil, que voltou a se chamar Bolsa Família, porém o app continua o mesmo.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.