MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Governo Federal adota TRÊS CRITÉRIOS para baratear carros populares

Critérios adotados para desconto nos preços de carros populares foram anunciados pelo governo federal nesta quinta-feira (25); Saiba detalhes

Um homem segura a chave de um carro
Um homem segura a chave de um carro - Freepik
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 25/05/2023, às 15h42

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Governo Federal anunciou nesta quinta-feira (25) os três critérios adotados para conceder desconto nos preços de carros populares zero-quilômetro para os consumidores. O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin (PSB), fez o anúncio. 

De acordo com Alckmin, o governo oferecerá reduções nos tributos, como IPI e PIS/Cofins, que irão variar de 1,5% a 10,79% do valor final do veículo. Essa medida será aplicável somente a automóveis com valor inferior a R$ 120 mil e terá uma duração limitada, embora o período não tenha sido anunciado.

+ Governo de SP sanciona lei do novo salário mínimo estadual de R$ 1.550

Saiba os três critérios 

Segundo o governo, a porcentagem para conceder o desconto no tributo atende três requisitos; são eles: 

  • Preço 
  • Eficiência energética
  • Densidade industrial

Neste caso, os carros com preços mais acessíveis terão mais descontos, o que pode chegar até R$10,79%. Os veículos com menor nível de emissões e consumo, irão recolher menos PIS/Cofins. Já aqueles com maior percentual de peças fabricadas no país também contarão com uma menor incidência de PIS/Cofins. Sobre a redução de impostos, ela também irá englobar a produção de autopeças no país.

Ministro da Fazenda analisará medida 

Antes de ser implementada, a iniciativa ainda será submetida à análise do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, conforme mencionado por Alckmin. O prazo solicitado pela Fazenda é de até 15 dias para emitir um parecer, e a medida provisória poderá ser elaborada a partir desse momento.

Embora especulações indicassem que o pacote de medidas de incentivo à indústria automotiva poderia incluir o saque do FGTS para pagamento de veículos e uma linha de financiamento especial com juros mais baixos para os consumidores, esses mecanismos não foram mencionados durante a entrevista coletiva.

Alckmin não entrou em detalhes específicos, porém espera-se que a medida tenha um impacto significativo principalmente nos preços iniciais de carros compactos com motor 1.0, situando-se em uma faixa de valor entre R$ 50 mil e R$ 60 mil. Atualmente, os automóveis novos mais baratos do país são o Renault Kwid e o Fiat Mobi, com preços em torno de R$ 69 mil.

As diretrizes gerais do pacote de incentivo ao carro popular foram estabelecidas por Alckmin, que se reuniu com executivos de várias montadoras brasileiras nas últimas semanas.

Além disso, outras medidas governamentais foram mencionadas, visando estimular a produção industrial no Brasil, como incentivos à pesquisa e inovação, estímulo tributário para modernização das fábricas e acesso a crédito mais acessível por meio da Lei de Garantias.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.