MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Governo Federal aprova novo plano para desenvolvimento industrial no Brasil

Plano busca inovações de captação, como a linha de crédito de desenvolvimento. Para financiar essa iniciativa, serão destinados R$ 300 bilhões até 2026

Para financiar essa iniciativa, serão destinados R$ 300 bilhões até 2026
Para financiar essa iniciativa, serão destinados R$ 300 bilhões até 2026 - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 22/01/2024, às 21h37

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Governo Federal anunciou a aprovação do plano “Nova Indústria Brasil” (NIB), destinado a impulsionar o desenvolvimento do setor industrial brasileiro até 2033. O plano, fruto de amplo diálogo entre o governo e o setor produtivo, visa estimular a inovação e a sustentabilidade em áreas estratégicas para investimento, marcando uma abordagem voltada para a chamada neoindustrialização - modernização e evolução da indústria.

📲 Junte-se ao canal de notícias do JC Concursos no WhatsApp

A nova política industrial abrange medidas que visam tornar o Brasil mais competitivo, incluindo a destinação de recursos públicos para atrair investimentos privados. Entre as ações estão criar linhas de crédito especiais, subvenções, ações regulatórias, propriedade intelectual, e uma política de obras e compras públicas com incentivos ao conteúdo local.

Plano busca inovações de captação, como a linha de crédito de desenvolvimento

O plano também busca inovações em instrumentos de captação, como a linha de crédito de desenvolvimento (LCD), e políticas voltadas para o mercado regulado de carbono e a taxonomia verde, respondendo ao novo cenário mundial de transformação ecológica e domínio tecnológico.

A expectativa é que essas medidas, ao serem implementadas, resultem na melhoria da qualidade de vida, estímulo ao desenvolvimento produtivo e tecnológico, aumento da competitividade da indústria brasileira e uma presença mais qualificada do país no mercado internacional.

Para financiar essa iniciativa, serão destinados R$ 300 bilhões até 2026, com a incorporação de R$ 194 bilhões provenientes de diversas fontes de recursos.

O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, ressaltou que a nova política coloca a inovação e a sustentabilidade no centro do desenvolvimento econômico, estimulando pesquisa e tecnologia com responsabilidade social e ambiental.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.