MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Greve dos Servidores: veja os órgãos públicos e datas de paralisação

Na Greve dos Servidores, sindicatos pedem reajuste salarial de quase 27% e reestruturação na carreira

Victor Meira - victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 18/01/2022, às 14h27

Greve dos Servidores: veja os órgãos públicos e datas de paralisação
Greve dos Servidores: veja os órgãos públicos e datas de paralisação - Reprodução Instagram Fonacate
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Os servidores públicos federais estão promovendo, nesta terça-feira (18), uma greve para protestar a favor da reestruturação de carreira e reajuste salarial. Os manifestantes estão aglomerados em frente ao edifício-sede do Banco Central, no Setor Bancário Sul, em Brasília/DF. 

O ato iniciou às 10h e segundo o Detran/DF (Departamento Estadual de Trânsito do Distrito Federal), a manifestação não causou problemas no trânsito. Os servidores carregam faixas sobre o "congelamento salarial" e pediam respeito ao serviço público.

Antes do fim de 2021, o presidente Jair Bolsonaro (PL) atuou fortemente para conceder um reajuste salarial para a categoria de servidores federais nas áreas policiais, que incluem PF (Polícia Federal), PRF (Polícia Rodoviária Federal) e Depen (Departamento Nacional Penitenciário). Este movimento causou indignação de outras categorias de servidores, como do Banco Central e da Receita Federal

As primeiras atitudes dos servidores contrários à falta de reajuste foram a entrega dos cargos comissionados, que fazem parte das chefias dos órgãos. Somente na Receita, foram mais de 1,2 mil exonerações. 

O presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), Fábio Faiad, anunciou que a categoria deseja um reajuste de 26,3%. Segundo o líder sindical, o índice é retroativo aos anos de 2019 a 2021 – período de governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) – e também considera a estimativa da inflação para 2022, de acordo com o mercado financeiro.

O Fórum Nacional das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) estima que há 19 sindicatos afiliados ao órgão que participam da manifestação. Vale destacar que a entidade representa 37 entidades de servidores. Além disso, há outras 27 associações apoiando o protesto.

Mourão comenta sobre reajuste a servidores

O vice-presidente Hamilton Mourão comentou sobre a possibilidade de apresentar um reajuste salarial para os servidores federais. Ele relata que o espaço orçamentário para conceder aumento a diferentes categorias de servidores é "muito pequeno" e que o Bolsonaro ainda não bateu o martelo sobre o reajuste a agentes de saúde e segurança.

"Não sei nem se o presidente vai conceder isso aí [aumento para segurança e saúde]. Vamos aguardar. O presidente não bateu o martelo sobre isso aí ainda e o espaço orçamentário é muito pequeno", afirmou. Pergunta se haveria chances para dar o aumento para os servidores, Mourão foi enfático ao dizer que "não tem espaço no orçamento para isso [aumento salarial]".

+++Acompanhe as principais informações sobre o funcionalismo público no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedade

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.