IBGE prevê safra de 2020 3,8% maior que a do ano passado

Entre as principais lavouras de grãos do país, são esperadas altas em 2020 nas safras de soja (5,9%), arroz (7,3%), trigo (41%) e sorgo (6,4%)

Redação
Publicado em 11/08/2020, às 11h12

None
Ouro Safra/Divulgação

A produção brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar o ano de 2020 em 250,5 milhões de toneladas. Caso a estimativa de safra feita em julho pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) se confirme, a produção será 3,8% superior à registrada em 2019, ou seja, 9 milhões de toneladas a mais.

A estimativa de julho é 1,3% superior ao levantamento do IBGE feito no mês anterior. A área a ser colhida neste ano, de acordo com a estimativa, é de 64,9 milhões de hectares, ou 2,6% acima da área de 2019.

Entre as principais lavouras de grãos do país, são esperadas altas em 2020 nas safras de soja (5,9%), arroz (7,3%), trigo (41%) e sorgo (6,4%). O algodão herbáceo deve manter a produção de 2019. São esperadas quedas no milho (0,8%) e feijão (4%).

Outros produtos

São esperadas altas para a cana-de-açúcar (2,4%), assim como o café (18,2%) e a laranja (4,1%).

Por outro lado, estima-se quedas nas safras de batata-inglesa (10,6%), banana (5,2%), tomate (5%), mandioca (0,3%) e uva (0,3%).

*reprodução Agência Brasil

Empregos no setor de alimentos

Com o aumento na produção do setor de alimentos, as empresas do setor alimentícios estão com maior demanda para contratar novos funcionários. Com este cenário, a JBS, indústria de alimentos, anunciou a abertura de 5.200 novas vagas de emprego em 16 Estados brasileiros e no Distrito Federal. 

Comentários

Mais Lidas