MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Isenção de IR 2023: desde 2016 não ocorre exclusão de contribuintes pelo governo federal. Entenda

Tabela de isenção de IR 2023 segue defasada desde 2026, período no qual não ocorre exclusão de contribuintes pelo Palácio do Planalto. Saiba mais

Um homem segura um celular com o site da Receita Federal aberto
Um homem segura um celular com o site da Receita Federal aberto - Shutterstock - Isenção de IR 2023
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 16/01/2023, às 15h52

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A tabela de isenção de IR 2023 segue defasada desde 2016, período no qual não ocorre exclusão de contribuintes pelo governo federal. Com isso, quem ganha um salário mínimo e meio passará a pagar o Imposto de Renda este ano. 

Isso ocorreu por conta do reajuste do salário mínimo aprovado pelo Congresso Nacional e aplicado este ano, com valor de R$1.302. Segundo a tabela, que não é reajustada desde 2016, apenas as pessoas que recebem menos de R$ 1.903,98 estão isentas. 

Quem ganha um salário mínimo e meio, o equivalente a R$ 1.953, precisará passar a acertar as contas com o Leão e também terá desconto na folha de pagamento. Atualmente, o profissional que recebe de R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65 paga a alíquota mínima do imposto, de 7,5% sobre a renda. 

A defasagem na tabela, medida em que a isenção fica abaixo do ritmo da inflação no Brasil, atinge o recorde de 148,1% em 2022, o maior patamar em uma série histórica acompanhada pelo Sindicato dos Auditores-Fiscais da Receita Federal (Sindifisco). 

Quando foi estabelecida a isenção no valor de até R$ 1.903,98 em 2015, o salário mínimo era de R$ 788. À época, o piso mínimo nacional era 41,4% do valor mínimo declarado. Oito anos depois, esse percentual subiu para 68,4%.

+ Custas judiciais: devolução do dinheiro poderá ser feita por PIX. Saiba mais

Presidente do PT desmente Fake News de rede bolsonarista 

A presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann usou as redes sociais nesta segunda-feira (16) para compartilhar um vídeo que desmente uma informação falsa sobre o Imposto de Renda. 

No vídeo, um homem explica o motivo de quem ganha um salário mínimo e meio passar a pagar o IR. Ele afirma que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) atualizava todos os anos a tabela do IRPF, mas isso deixou de ser feito em 2016. 

"Esse senhor aqui [ex-presidente Jair Bolsonaro], ficou quatro anos no governo e não reajustou a tabela do imposto de renda, deixando ela baixa. Se tivesse feito o reajuste do imposto de renda, hoje estaria isento de pagar imposto de renda, pessoas que ganham até cinco mil reais", explica. 

Ele ainda diz que, como Bolsonaro não tomou nenhuma medida no ano passado, o presidente Lula terá um pouco de dificuldade para cumprir a promessa de campanha de isenção de até R$ 5.000 nos primeiros dias do seu governo.  

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.