MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Lula troca comando da Caixa Econômica para ampliar base de apoio no Congresso

Rita Serrano é a terceira mulher alvo das substituições do presidente Lula para ampliar apoio do governo. Novo presidente é ligado ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira

Novo presidente da Caixa também ocupou cargos no governo da ex-presidenta Dilma Rousseff
Novo presidente da Caixa também ocupou cargos no governo da ex-presidenta Dilma Rousseff - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 25/10/2023, às 18h05

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou nesta quarta-feira (25) a troca do comando da Caixa Econômica Federal. Rita Serrano, que estava no cargo desde janeiro, será substituída por Carlos Antônio Vieira Fernandes, servidor de carreira do banco e ex-presidente do Funcef, o fundo de pensão dos funcionários da Caixa.

A troca é interpretada como uma tentativa de Lula de ampliar sua base de apoio no Congresso Nacional. Fernandes é ligado ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), um dos principais aliados do governo. Esta é a terceira mulher alvo das substituições do presidente Lula desde o início do mandato. 

Nesse mesmo contexto, no mês passado, os deputados federais André Fufuca (PP-MA) e Silvio Costa Filho (Republicanos-PE) assumiram as posições de ministros do Esporte e dos Portos e Aeroportos, respectivamente.

Novo presidente da Caixa também ocupou cargos no governo da ex-presidenta Dilma Rousseff

Em sua gestão, Rita Serrano teria honrado o compromisso de campanha de Lula, de criar espaços de diálogo com os gestores locais. Foram inauguradas 74 salas de atendimento para prefeitos em todo o país.

“Serrano cumpriu na sua gestão uma missão importante de recuperação da gestão e cultura interna da Caixa Econômica Federal, com a valorização do corpo de funcionários e retomada do papel do banco em diversas políticas sociais, ao mesmo tempo aumentando sua eficiência e rentabilidade, ampliando os financiamentos para habitação, infraestrutura e agronegócio”, diz a nota.

Fernandes é um funcionário de carreira da Caixa e presidiu anteriormente o Funcef, o fundo de pensão dos funcionários da Caixa. O economista também ocupou cargos no governo da ex-presidenta Dilma Rousseff. Ele terá como desafio continuar a expansão da Caixa, sendo o maior banco público do Brasil. O banco deve crescer 12% em 2023, com um lucro líquido de R$ 16 bilhões.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.