MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Mais Médicos abre mais de seis mil vagas para regiões carentes; governo faz melhorias no programa

Ministério da Saúde prevê a abertura de 15 mil vagas do Mais Médicos até o fim de 2023. Governo implementou melhorias no programa para manter profissionais em áreas remotas

Governo federal implementou melhorias no Mais Médicos para manter profissionais em áreas remotas
Governo federal implementou melhorias no Mais Médicos para manter profissionais em áreas remotas - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 18/04/2023, às 19h05

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Programa Mais Médicos abriu 6.252 vagas em localidades que deixaram de ser atendidas pelo programa do governo federal nos últimos seis anos. O edital foi publicado nesta terça-feira (18), pelo Ministério da Saúde.

O programa foi criado em 2013 com o objetivo de garantir o acesso dos brasileiros à saúde nas Unidades Básicas de Saúde, a chamada Atenção Primária, que é considerada a porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS).

A distribuição de vagas foi feita considerando critério como a situação de vulnerabilidade social dos municípios e a dificuldade para admitir novos profissionais. Para adesão ao programa, o gestor local dos municípios listados deve preencher o Termo de Adesão e Compromisso eletronicamente pelo Sistema de Informação e Gestão da Atenção Básica (e-Gestor AB).

+++ ALERTA GERAL para aposentados e pensionistas que recebem 13º salário do INSS

Ministério da Saúde prevê a abertura de 15 mil vagas do Mais Médicos até o fim de 2023

As prefeituras devem garantir moradia ao profissional, alimentação e água potável, além de transporte adequado e seguro. Até o fim de 2023, o Ministério da Saúde prevê a abertura de 15 mil vagas do Mais Médicos, chegando a mais de 28 mil médicos atuando no país para prestar serviços a mais de 96 milhões de brasileiros.

Para tal, o investimento do governo federal, neste ano, será de R$ 712 milhões. Outro edital será publicado com 10 mil vagas oferecidas, com a previsão de contrapartida dos gestores municipais, o que garantirá às prefeituras menor custo, mais agilidade na reposição de profissionais e permanência deles nas localidades.

Na próxima seleção, o Ministério da Saúde dará prioridade aos profissionais formados no Brasil.

+++ Governo apresenta novo arcabouço fiscal com ajustes em relação à proposta original

Governo federal implementou melhorias no Mais Médicos para manter profissionais

Para atrair e reter profissionais em áreas remotas, o governo federal implementou melhorias no programa. O Ministério da Saúde e o da Educação estabeleceram uma parceria que incentiva os médicos formados através do Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) a trabalharem no programa, oferecendo ajuda para pagar seus empréstimos estudantis.

Além disso, os profissionais agora têm a oportunidade de fazer especializações e mestrados, e receberão benefícios adicionais com base no valor da bolsa mensal para trabalhar em áreas periféricas e remotas.

Para as médicas que se tornam mães, há um benefício de compensação do valor pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para igualar o valor da bolsa durante os seis meses de licença maternidade. E os médicos que se tornam pais também têm direito a uma licença.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.