MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Mesmo com retração em dezembro, Brasil gerou 2,7 milhões de empregos formais em 2021

Apesar do saldo positivo em 2021, o mês de dezembro registrou uma variação negativa de 265 mil vagas de empregos a menos

Victor Meira - victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 31/01/2022, às 14h30

Mesmo com retração em dezembro, Brasil gerou 2,7 milhões de empregos formais em 2021
Mesmo com retração em dezembro, Brasil gerou 2,7 milhões de empregos formais em 2021 - Divulgação Ministério do Trabalho e Previdência
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Mesmo com a pandemia ainda em curso no Brasil, o país registrou um saldo positivo de 2,7 milhões de vagas de emprego com carteira de trabalho assinada em 2021. Ao longo do ano, foram registradas 20,6 milhões de contratações e 17,9 milhões de demissões. Os dados foram divulgados hoje (31) pelo Ministério do Trabalho e Previdência

Apesar do saldo positivo do ano, o mês de dezembro apresentou uma retração de 265,8 mil postos de emprego. Ao todo, foram 1,7 milhão de desligamentos e 1,4 milhão de admissões. 

Segundo o ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, o resultado para o mês de dezembro era esperado, visto que “como ocorre rotineiramente no Brasil, temos as comunicações de demissão principalmente daqueles funcionários que trabalham no regime temporário”.

“O saldo negativo faz parte fundamentalmente dos trabalhadores temporários. Mas esse saldo aplicado sobre o acumulado do ano nos dão saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada no Brasil, da ordem de 2,7 milhões de postos de trabalho”, acrescentou ao destacar que desde o início do governo de Jair Bolsonaro, o país acumula saldo positivo de 3.183.221 novos postos de trabalho.

O estoque de empregos formais no Brasil, que é a quantidade total de vínculos celetistas ativos, em dezembro, ficou em 41,2 milhões de vínculos, o que, de acordo com o ministério, representa uma queda de 0,64% em relação ao mês anterior.

O salário médio de admissão registrado em dezembro foi de R$ 1.793,34. Na comparação com o mês anterior (novembro), o aumento real ficou em R$ 1,51, o que corresponde a alta de 0,08%.

Confira as estatísticas de emprego por setor

O setor de serviços foi a área com maior contribuição para a geração de empregos em 2021, que contou com um saldo positivo de 1,2 milhão de empregos. Foram 9,2 milhões de contratações e 8 milhões de desligamentos. Seguido por comércio, com um saldo de 643,7 mil vagas (4,8 milhões de admissões e 4,2 milhões de demissões); indústria, com saldo 475,1 mil postos (3,3 milhões de admissões e 2,8 milhões de desligamentos); construção, apresentou um saldo de 244,7 mil (2 milhões de contratações e 1,7 milhão de desligamento); e agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura teve um saldo de 140,9 mil (1,1 milhão de admissões e 1 milhão de desligamentos).

O estoque (quantidade total de vínculos formais ativos) no acumulado do ano apresentou variação de 7,08% (na comparação com 1º de janeiro de 2021).

*com informações da Agência Brasil

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.