MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Ministro quer contratar 12 mil pessoas para tirar beneficiários indevidos do Bolsa Família

Segundo o ministro do Desenvolvimento, foram encontrados mais de 2,5 milhões de cadastros irregulares no Bolsa Família

Ministro quer contratar 12 mil pessoas para tirar beneficiários indevidos do Bolsa Família
Divulgação
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 03/03/2023, às 22h36

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Bolsa Família foi relançado ontem (02) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e pelo ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias. Com as novas regras de recebimento, o governo federal anunciou que irá contratar cerca de 12 mil pessoas para ajudar na atualização do cadastro. 

Segundo Dias, após dois meses de estudos sobre o Bolsa Família, o governo identificou que 2,5 milhões de pessoas recebiam o benefício de forma indevida. Por isso, será necessária a contratação dessas pessoas. 

+Saiba por que os primeiros a declarar imposto de renda recebem restituição antes

"Serão contratadas 12 mil pessoas no Brasil inteiro, que serão treinadas para atualização do cadastro", disse. “Para não só termos um cadastro atualizado, tirando quem não tem direito, mas também incluindo pessoas que estavam na fila, tinham direito e não eram atendidas", complementou, em entrevista coletiva para apresentar detalhes sobre a reformulação do programa.

De acordo com o ministro, as novas regras para a concessão do benefício começarão a valer em março e o programa deverá custar cerca de R$ 14,5 bilhões ao governo. Cada pessoa receberá, em média, R$ 260, e o número total de beneficiários será de 24.838.887 e que ninguém receberá menos do que R$ 600. O pagamento começará a ser feito a partir do dia 20 de março.

Uma das mudanças no Bolsa Família será a implementação de uma renda mínima por pessoa, onde todas as pessoas da família terão direito a um valor mínimo, independentemente da idade. Além disso, as famílias beneficiárias que tiverem crianças com até 6 anos receberão um acréscimo de R$ 150 por criança. Já as famílias com crianças entre 7 e 18 anos receberão um adicional de R$ 50 por criança ou adolescente. Por fim, as famílias beneficiárias com grávidas receberão um acréscimo de R$ 50 por gestante.

+Prouni: prazo para inscrições encerra hoje, não perca essa oportunidade!

Para ter acesso ao benefício, as famílias devem cumprir determinadas obrigações, tais como: realizar o acompanhamento pré-natal durante a gestação, garantir a frequência escolar das crianças e adolescentes, e manter a caderneta de vacinação atualizada com todas as vacinas previstas pelo Programa Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.