MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

MPT abre inquérito contra ex-presidente da Caixa Econômica por denúncias de assédio

A investigação era feita no âmbito de uma notícia de fato. Agora, será aprofundada. Veja mais detalhes sobre o caso do ex-presidente da Caixa Econômica

Pedro Miranda* | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 26/07/2022, às 21h38

Relembre as denúncias das quais o ex-presidente da Caixa Econômica é acusado
Relembre as denúncias das quais o ex-presidente da Caixa Econômica é acusado - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A investigação preliminar pelas possíveis práticas do ex-presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Guimarães de ter assediado servidoras da instituição sexualmente e moralmente foi transformada em inquérito civil pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

No conteúdo do despacho, ao qual o jornal Metrópoles teve acesso, o procurador do MPT do Distrito Federal Paulo Neto considerou inicialmente que "configura infringência à ordem jurídico-trabalhista e aos direitos coletivos dos trabalhadores". A decisão foi tomada nesta terça-feira (26/7).

“Resolve instaurar inquérito civil nº 001148.2022.10.000/4 em face da empresa Caixa Econômica Federal – CEF e de seu ex-presidente Pedro Duarte Guimarães”, escreveu Paulo Neto. O MPT também concedeu à Caixa Econômica Federal 10 dias para anexar cópia completa do processo administrativo decorrente de 14 denúncias contra Pedro Guimarães recebidas pelos canais internos entre 2019 e 2022.

Até então, a apuração preliminar era feita no âmbito de uma notícia de fato. Agora, a investigação vai ser aprofundada.

+++Censo 2022 começa nesta segunda (1º); veja como confirmar identidade do recenseador

Relembre as denúncias das quais o ex-presidente da Caixa Econômica é acusado

As mulheres denunciaram contato íntimo sem consentimento, abordagens e convites inapropriados, que não são incompatíveis com os princípios da Igreja Católica e completamente inadequados com o relacionamento normal entre o presidente do maior banco público do Brasil e seus funcionários.

A iniciativa das mulheres levou a uma investigação secreta do Ministério Público Federal, que está em andamento. Alguns funcionários que concordaram em falar pela coluna relataram que fizeram declarações formais aos promotores. Este é o primeiro caso público de assédio sexual envolvendo o alto funcionário do governo Jair Bolsonaro.

Alguns dos depoimentos envolveram as viagens de Pedro Guimarães no âmbito do programa Caixa Mais Brasil, que ele criou para descentralizar a gestão e aumentar a visibilidade do banco em todo o país. Desde janeiro de 2019, foram mais de 140 visitas a cidades da região. Os passeios eram realizados principalmente nos finais de semana.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.