MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Não sacou o dinheiro esquecido no site do Banco Central? Saiba o que fazer

Existe prazo para saque do dinheiro esquecido? O montante deixado para trás é de cerca de R$ 8 bilhões, sendo que R$ 4 bilhões já foram liberados pelo Banco Central

MYLENA LIRA | REDACAO@JCCONCURSOS.COM.BR
Publicado em 04/05/2022, às 19h14

Dinheiro esquecido: pessoa recebe notas de cem e cinquenta reais
Dinheiro esquecido: pessoa recebe notas de cem e cinquenta reais - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A segunda fase de liberação de dinheiro esquecido em bancos e demais instituições financeiras deve ocorrer em breve, segundo o Banco Central (BC), mas muitas pessoas ainda não sacaram a grana disponibilizada na primeira etapa de consultas. O montante deixado para trás é de cerca de R$ 8 bilhões, sendo que R$ 4 bilhões já foram liberados pelo BC.

Quem perdeu a data agendada pelo site valoresareceber.bcb.gov.br para sacar o dinheiro esquecido deve aguardar o Banco Central divulgar a abertura da nova fase de consulta por meio do Sistema Valores a Receber. Inicialmente, estava programada para o dia 2 de maio, mas foi adiada pelo órgão por conta da greve dos seus servidores públicos, já encerrada.

"A greve dos servidores do BC prejudicou o cronograma de desenvolvimento das melhorias do Sistema de Valores a Receber (SVR). O prazo de retorno do SVR, inicialmente previsto para 2 de maio, será adiado. A nova data será comunicada com a devida antecedência", esclareceu, em nota, o BC.

Prazo para sacar dinheiro esquecido

De acordo com o Banco Central, os esquecidinhos podem ficar tranquilos porque terão nova oportunidade para efetuar o resgate do valor. Não existe um prazo limite para o saque. Ao perder a chance da repescagem, o cidadão poderá consultar e solicitar o resgate do saldo existente a partir da nova liberação. O dinheiro esquecido no banco não vai sumir ou deixar de ser pago, sempre ficará disponível ao titular.

“O cidadão nunca perde o direito sobre os valores em seu nome. As instituições financeiras guardarão esses recursos pelo tempo que for necessário, esperando até que o cidadão solicite a devolução”, informou em nota o Banco Central.

O acesso ao dinheiro esquecido pode ser feito via transferência PIX para sua conta bancária atual. Caso não informe a chave PIX para transferência ao pedir o resgate da grana, a instituição financeira escolhida no momento do cadastro entrará em contato para efetuar a transferência. Contudo, ela não vai pedir dados pessoais nem mesmo senhas.

Saque exige conta no portal Gov.br

Quando liberado novamente, o saque do dinheiro esquecido no site do Banco Central só poderá ser feito por quem tem cadastro no portal Gov.br ou no aplicativo Gov.br. Para isso, é exigido login dos tipos "prata" ou "ouro".

Dá para subir de nível pelo aplicativo Gov.br, disponível para smartphones com sistema operacional Android ou iOS, ou pelo próprio portal. Uma fez logado, basta ir em "Privacidade" e selecionar "Selos de Confiabilidade".

Para conseguir subir ao nível prata é preciso realizar:

  • Validação facial pelo aplicativo gov.br para conferência da sua foto nas bases da Carteira de Habilitação (CNH); ou
  • Validação dos seus dados via internet banking de um banco credenciado; ou
  • Validação dos seus dados com usuário e senha do SIGEPE, se você for servidor público federal.

Para elevar ao nível ouro existem duas opções:

  • Validação facial pelo aplicativo gov.br para conferência da sua foto nas bases da Justiça Eleitoral; ou
  • Validação dos seus dados com Certificado Digital compatível com ICP-Brasil.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.