MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Pagamento do Bolsa Família é antecipado para moradores de 32 cidades; Veja lista

Neste mês, a parcela do Bolsa Família será depositada até o dia 31. Porém, a Caixa antecipou o pagamento do benefício social para inúmeras famílias

Mulher segura cartão do novo Bolsa Família e notas de cem reais
Mulher segura cartão do novo Bolsa Família e notas de cem reais - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 19/07/2023, às 15h30

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Caixa Econômica Federal anunciou que efetuou o pagamento antecipado do Bolsa Família para moradores de 32 municípios do estado de Alagoas. A medida foi tomada em resposta aos danos causados pelas fortes chuvas que atingiram a região recentemente.

Todos os beneficiários das cidades afetadas já podem sacar o auxílio, independentemente do final do Número de Identificação Social (NIS). Para quem reside nos demais municípios o valor só será depositado na data correspondente ao final do NIS, seguindo o calendário padrão de pagamento. É ele:

  • NIS final 1: 18 de julho
  • NIS final 2: 19 de julho
  • NIS final 3: 20 de julho
  • NIS final 4: 21 de julho
  • NIS final 5: 24 de julho
  • NIS final 6: 25 de julho
  • NIS final 7: 26 de julho
  • NIS final 8: 27 de julho
  • NIS final 9: 28 de julho
  • NIS final 0: 31 de julho

+Layoff: legislação trabalhista permite suspender contrato de trabalho?

Para quais cidades o Bolsa Família antecipado?

Confira abaixo a relação completa dos municípios beneficiados com a antecipação da parcela de julho:

  • Atalaia,
  • Barra de São Miguel,
  • Barra de Santo Antonio,
  • Branquinha,
  • Capela,
  • Cajueiro,
  • Colônia Leopoldina,
  • Coqueiro Seco,
  • Flexeiras,
  • Ibateguara,
  • Jacuípe,
  • Joaquim Gomes,
  • Maceió, Maragogi,
  • Marechal Deodoro,
  • Matriz do Camaragibe,
  • Murici,
  • Passo do Camaragibe,
  • Paulo Jacinto,
  • Paripueira,
  • Penedo,
  • Pilar,
  • Quebrangulo,
  • Rio Largo,
  • Santana do Mundaú,
  • São José da Laje,
  • São Luís do Quitunde,
  • São Miguel dos Campos,
  • São Miguel dos Milagres,
  • Satuba,
  • União dos Palmares, e
  • Viçosa.

+Polícia Civil de São Paulo ganha arma de eletrochoque de baixa letalidade

Como acessar o dinheiro?

A Caixa oferece diversos canais para que os beneficiários possam movimentar os valores. Entre as opções disponíveis estão o aplicativo CAIXA Tem, terminais de autoatendimento, unidades lotéricas, correspondentes CAIXA Aqui e as agências da CAIXA.

Para maior comodidade, os beneficiários podem utilizar o cartão do Bolsa Família, fornecido pelo programa, para realizar compras em estabelecimentos comerciais, através da função débito, e também efetuar saques nos terminais de autoatendimento, casas lotéricas, correspondentes CAIXA Aqui e agências da CAIXA.

Aplicativo Caixa Tem

O aplicativo CAIXA Tem oferece ainda mais facilidades, permitindo que os beneficiários realizem compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos com o cartão de débito virtual e QR Code, por meio de mais de nove milhões de maquininhas de cartão espalhadas por todo o Brasil.

O beneficiário também pode fazer transferências pelo Pix, além de realizar o pagamento de contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas. Utilizando o aplicativo CAIXA Tem é possível, ainda, fazer saques nas unidades lotéricas, correspondentes CAIXA Aqui e terminais de autoatendimento, por meio da geração de token diretamente no aplicativo.

Saiba mais sobre o Bolsa Família

Relançado em março deste ano, o Bolsa Família paga uma quantia mínima de R$ 600 para a família contemplada. Ele é o maior programa social de transferência de renda do governo federal e atende mais de 21 milhões de pessoas em todo o Brasil. 

Atualmente, além do valor base, cada família recebe, o Benefício Primeira Infância de R$ 150 por criança de 0 a 6 anos de idade; mais R$ 50 do Benefício Variável Familiar, caso tenha na casa gestantes e/ou crianças e adolescentes (7 a 18 anos). É repassada R$ 50 por gestante e por filho nessa faixa-etária, sem limite.

Esses adicionais resultaram no maior tíquete médio da história do programa, alcançando o valor de R$ 705,4 no mês passado - quando só o Bolsa Família foi responsável por retirar 18,52 milhões de famílias da linha da pobreza no país. Os beneficiários são selecionados automaticamente por meio do Cadastro Único.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.