MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Petrobras anuncia aumento no preços dos combustíveis de até 24,9%; Confira

De acordo com a Petrobras, o combustível com maior reajuste será o diesel. Além disso, o gás de cozinha também sofrerá reajuste após 152 dias

Victor Meira - victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 10/03/2022, às 12h16

Petrobras anuncia aumento no preços dos combustíveis de até 24,9%; Confira
Petrobras anuncia aumento no preços dos combustíveis de até 24,9%; Confira - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A Petrobras divulgou, nesta quinta-feira (10), o reajuste nos preços dos combustíveis para as distribuidoras após 57 dias sem aumento. A gasolina contará com uma elevação de 18,8%, passando de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro. No diesel, o reajuste será mais intenso ainda, em que preço médio passará de R$ 3,61 para R$ 4,51, uma valorização de 24,9%. Os novos valores já valem a partir de amanhã (11).

Segundo a Petrobras, por meio de um comunicado, a medida seguirá o mesmo sentido de outros fornecedores da área que já fizeram reajustes nos preços de dias. Além dos combustíveis, a Petrobras também informou que irá promover um reajuste nos preços do GLP, que está há 152 dias sem alterações na precificação. 

Com a Guerra na Ucrânia, o barril de petróleo e seus derivados começaram um movimento de forte valorização nos preços. Inclusive, o barril de petróleo tipo Brent, referência global para negociação da commodity, alcançou a marca de US$ 137, o preço mais alto desde 2008

Entretanto, a Petrobras relata que não decidiu repassar a volatilidade do mercado aos consumidores. Um dos argumentos era que a valorização do real nos dois primeiros meses de 2022 permitiram segurar os preços dos combustíveis. 

De acordo com a estatal, o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro. Considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro e 73% de gasolina para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,37, em média, para R$ 2,81 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,54 por litro.

Já para o diesel, o preço médio de venda da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro. Considerando a mistura obrigatória de 10% de biodiesel e 90% de diesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 3,25, em média, para R$ 4,06 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,81 por litro.

Enquanto que o GLP, o preço médio de venda para as distribuidoras passará de R$ 3,86 para R$ 4,48 por kg, equivalente a R$ 58,21 por 13kg, refletindo reajuste médio de R$ 0,62 por kg.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.