MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Petrobras prepara duro golpe nos dividendos dos acionistas da empresa

Petrobras anunciou, na noite de sexta-feira (28), nova política de distribuição de dividendos, que é a parcela dos lucros destinados aos acionistas

Fachada da Petrobras
Fachada da Petrobras - Agência Brasil
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 30/07/2023, às 11h38

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Petrobras anunciou, na noite de sexta-feira (28), nova política de distribuição de dividendos, que é a parcela dos lucros destinada aos acionistas e foi definida após uma reunião do Conselho de Administração da empresa. 

O percentual de remuneração aos acionistas foi reduzido de 60% para 45% do fluxo de caixa livre, que representa o montante disponível no caixa após os investimentos.

Além disso, a nova política amplia a definição de investimentos para incluir a recompra de ações, possibilitando que a própria companhia adquira suas ações no mercado. Essa medida busca trazer flexibilidade e diversificação nas estratégias de investimento da empresa.

+ Conta de água atrasada? Governo de SP oferece até 100% de desconto

Distribuição de dividendos para acionistas mudaram 

A Petrobras implementou mudanças significativas em suas circunstâncias de distribuição de dividendos. O Conselho de Administração estabeleceu uma remuneração mínima de US$ 4 bilhões anuais nos exercícios no qual o preço médio do barril de petróleo tipo Brent ultrapassar US$ 40 por barril.

A distribuição de 45% do fluxo de caixa livre será aplicada somente quando a dívida bruta da Petrobras estiver igual ou abaixo do limite máximo de endividamento estabelecido no Plano Estratégico 2024–2028, e a empresa obtiver lucro em um trimestre. Os dividendos serão pagos a cada três meses, seguindo essa nova política.

A política anterior estava em vigor desde 2011, com um modelo que determinava o pagamento de 60% do fluxo de caixa livre quando a dívida bruta da empresa estivesse abaixo de US$ 65 bilhões. No final de 2021, a Petrobras passou a permitir a antecipação de dividendos, mas agora as regras foram alteradas para garantir uma distribuição mais controlada e sustentável.

Nova política será aplicada na próxima semana 

De acordo com a Petrobras, a nova política de distribuição de dividendos será aplicada já no resultado do segundo trimestre de 2023, que será divulgado na próxima quinta-feira (3). 

A empresa comunicou que aprimorou as regras de remuneração aos acionistas com o objetivo de manter a previsibilidade dos pagamentos de proventos aos acionistas, ao mesmo tempo, em que assegura a sustentabilidade financeira em curto, médio e longo prazos.

Quanto a recompra de ações, a Petrobras destacou que essa prática está alinhada com o que é feito pelas principais companhias petroleiras internacionais e complementará o pagamento de dividendos. Vale ressaltar que as mudanças na política de dividendos e recompra de ações foram solicitadas pelo Conselho de Administração em maio.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.