MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

PL vira maior bancada da Câmara e União Brasil derrete com o fim da janela partidária

De acordo com a Câmara dos Deputados, mais de 120 parlamentares trocaram de legenda desde do início do mandato em janeiro de 2019

Victor Meira - victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 04/04/2022, às 09h35

None
Divulgação Agência Câmara
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Depois de uma dança das cadeiras, permeada de muita polêmica e movimentação política, o PL virou a maior bancada da Câmara dos Deputados, com 73 deputados até agora após o fim da janela partidária, na última sexta-feira (01). Este é número é mais que o dobro do que o partido tinha na época da sua posse, que tinha 33 parlamentares. 

Vale destacar que a janela partidária é o momento para os deputados federais e estaduais trocarem de partido sem ter o risco de perder o seu mandato. Mesmo com o final do prazo, os números podem ser atualizados, visto que as filiações registradas no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ainda podem ser comunicadas junto à Secretaria-Geral da Mesa da Câmara dos Deputados.

A maioria dos novos parlamentares do PL tem origem do União Brasil, partido criado com a fusão entre PSL e DEM. Antes das transferências, o União tinha 81 parlamentares, mas agora ficou com 47. 

Com isso, o PT continua na segunda posição, com 56 deputados, e o PP ocupa o terceiro posto, com 50. Atrás do União Brasil, vem o Republicanos, com 45 parlamentares, e o PSD, com 43.

De acordo com a Agência Câmara de Notícias, desde 2019, 123 deputados trocaram de partido. Contudo, o número é menor em comparação com a legislatura passada, quando 154 deputados mudaram de sigla no mesmo intervalo de tempo (entre 1º de fevereiro de 2015 e 1º de abril de 2018).

Fusão e incorporação colaboram para mudanças partidárias

Antes mesmo da janela partidária, 39 deputados já trocaram de legenda pela qual foram eleitos em 2018. Além do cenário eleitoral, uma motivação para mudança de legenda é a fusão ou incorporação de partidos.

Em 2019, quando a cláusula de barreira passou a vigorar, houve a incorporação do Partido Republicano Progressista (PRP) ao Patriota; e do Partido Pátria Livre (PPL) ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB). Três deputados do PRP optaram por seguir para outras legendas: PSL, PL e PSD.

No ano passado, o TSE aprovou o pedido de incorporação do Partido Humanista da Solidariedade (PHS) ao Podemos (Pode). No entanto, seis deputados do PHS foram para outras legendas: três para o PL, dois para o PP e um para o DEM.

Nas eleições de 2018, 30 partidos elegeram representantes para a Câmara dos Deputados. Com a fusão recente e outras incorporações e trocas de legenda, o número de siglas caiu para 23.

*com informações da Agência Câmara de Notícias

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.