MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Previsão do PIB SOBE mais uma vez no Brasil e caminha para 3% em 2023

Nova previsão do PIB sobe novamente e pode avançar para 3% em 2023, segundo Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira (17)

Notas de dinheiro
Notas de dinheiro - Canva
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 17/07/2023, às 16h02

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A previsão do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, sobe novamente e caminha para 3% em 2023, segundo Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (17) pelo Banco Central. 

A estimativa passou de 2,19% para 2,24%. Segundo o relatório semanal elaborado pelo BC com base em consultas às instituições financeiras, há quatro semanas a previsão era de que o PIB encerrasse o ano com um crescimento de 2,14%. Para os anos de 2024 e 2025, as expectativas de crescimento estão em 1,3% e 1,88%, respectivamente.

+ Quando começa a venda de passagens a R$ 200? Veja os próximos passos

Previsão do IPCA se manteve estável 

Segundo as projeções do mercado financeiro, a estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, permaneceu estável em 4,95%. 

Há quatro semanas, a expectativa era de uma inflação de 5,12% para o ano de 2023. Para os anos de 2024 e 2025, as projeções de inflação feitas pelo mercado estão em 3,92% e 3,55%, respectivamente.

A projeção para a inflação em 2023 permanece acima da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) para o ano, que é de 3,25%. Com uma margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo, a meta será considerada cumprida caso a inflação oscile entre 1,75% e 4,75%.

Para atingir a meta de inflação, o Banco Central utiliza como principal instrumento a taxa básica de juros, conhecida como Selic, atualmente fixada em 13,75% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Essa taxa vem sendo mantida nesse patamar desde agosto do ano passado, representando o nível mais elevado desde janeiro de 2017.

Como fica a Selic e o câmbio? 

De acordo com o boletim Focus desta semana, tanto a taxa básica de juros quanto a taxa de câmbio se mantiveram estáveis. Em relação à taxa básica de juros, a expectativa é que encerre o ano em 12%. 

Essa mesma projeção foi feita pelo mercado há uma semana. Há quatro semanas, a expectativa era de que a Selic fechasse 2023 em 12,25%. A projeção da Selic também se mantém estável para 2024, em 9,5%, e para 2025, em 9%.

No que diz respeito ao câmbio, a previsão é a mesma há quatro semanas, de que o dólar encerre o ano com uma cotação de R$ 5. Para os anos de 2024 e 2025, a expectativa do mercado é que a moeda norte-americana encerre o ano com valores de R$ 5,05 e R$ 5,15, respectivamente. Atualmente, nesta segunda-feira, a cotação do dólar, de acordo com o Banco Central, está em R$ 4,82.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.