MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Profissional formado em Turismo. Conheça a profissão e veja se vale a pena trabalhar na área!

O profissional formado em Turismo pode atuar em várias áreas! Conheça as vantagens e desvantagens da profissão e veja se vale a pena

Ricardo de Oliveira - jrloliveira@jcconcursos.com.br
Publicado em 05/02/2022, às 23h33 - Atualizado às 23h37

Turismo - foto das cidades de Londres, Paris e Vaticano
Turismo - foto das cidades de Londres, Paris e Vaticano - JC Concursos - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Considerado um dos setores que mais cresceu nos últimos anos pré pandemia, o profissional formado em Turismo promete voltar aos holofotes do mundo nos próximos anos, com a diminuição das restrições dos países, em função da covid-19 e a retomada econômica com mais vigor.

O que faz o profissional do Turismo?

Nesta área de atuação, o profissional pode atuar em diversos segmentos, entre eles o de levantamento de áreas que sirvam para fins turísticos e que possuam maiores condições de desenvolvimento econômico, social, político e cultural. O formado em Turismo pode exercer suas funções em agências de viagens, operadoras de turismo, administração hoteleira, congressos e eventos ou em prefeituras, atuando no desenvolvimento e planejamento turístico de cidades.

“O profissional pode atuar na prestação de serviços, atendimento, transportes, meios de hospedagem, operacionalização de agências de turismo, planejamento e gestão turística, além de pesquisa e docência na área de Turismo”, afirma Celso de Oliveira Rocha, coordenador na área de Turismo em São Paulo.

Curso de Turismo

O curso de Turismo tem duração média de quatro anos. Durante esse período, o estudante é preparado para desempenhar atividades relacionadas à organização, ao planejamento e ao gerenciamento de empresas de Turismo, observando os aspectos legais necessários a sua implantação e manutenção.

O candidato a bacharel em Turismo deverá saber lidar com diferentes tipos de informações que abrangem conhecimentos teóricos e técnicos de história, geografia, cultura, sociologia, relações públicas, hotelaria e sistema de transportes, entre outros. Além disso, o mercado exige o domínio de idiomas, especialmente o inglês e o espanhol.

Para o coordenador, o aluno que quer seguir nessa área deverá possuir um espírito empreendedor e inovador, gostar de desafios e ser capaz de avaliar riscos e identificar oportunidades. “Deve apreciar a dinâmica do Turismo e da área de lazer e recreação, além de defender o patrimônio cultural material e imaterial brasileiro, que constitui a base principal da atividade turística”, completa Rocha.

Como é o mercado para quem trabalha com Turismo?

O profissional de Turismo tem uma formação interdisciplinar, podendo assumir cargos de supervisão, gerência, assessoria ou direção em agências de viagens, hotéis, transportadoras, empresas de eventos, alimentos e bebidas. Poderá, ainda, elaborar projetos, coordenar trabalhos técnicos, estudos, pesquisas e projetos dos setores turísticos.

“A demanda tem sido cada vez maior para o segmento de Turismo. Contudo, o mercado é bastante seletivo no que diz respeito à formação técnica e ao preparo profissional daqueles que ingressam no setor. Uma boa formação é, com certeza, uma abertura para um bom emprego, por isso o formado não poderá deixar de se aperfeiçoar. Uma especialização (lato sensu) é importante para a capacitação em determinadas áreas. E vela lembrar que pós pandemia as pessoas estarão cada vez mais motivadas em explorar novos lugares e experiências”, ressalta Rocha.

Área promissora

Para o coordenador, os profissionais de Turismo que ingressam no mercado tem encontrado boas oportunidades de trabalho nas áreas de eventos e de hotelaria, setores que, segundo ele, irão retomar o crescimento nos próximos anos. “A necessidade de elaboração de projetos turísticos e dos planos diretores tem exigido a participação de profissionais de Turismo de forma intensa.

As agências de viagens e o segmento de recreação e lazer, seja em hotéis, pousadas e resorts, também configuram-se como áreas bastante promissoras, analisa Rocha, que acrescenta: “profissionais em início de carreira têm remuneração em torno de R$ 1,5 mil mensais. Com dedicação e experiência, os valores passam para R$ 9.000,00, podendo superar, até, R$ 20.000,00 mensais” .

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesconcursos publicosempregosSociedade

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.