MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Projeto Ângela: mulheres vítimas de violência poderão fazer viagens gratuitas pela Uber

Iniciativa busca incentivar as vítimas a registrar boletins de ocorrência na Polícia Civil. Tanto a vítima de violência quanto uma testemunha podem ligar para o número 190

Tanto a vítima de violência quanto uma testemunha podem ligar para o número 190
Tanto a vítima de violência quanto uma testemunha podem ligar para o número 190 - Freepik
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 08/11/2023, às 23h59

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Uma importante parceria foi estabelecida entre a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) e a empresa Uber Brasil, visando proporcionar transporte gratuito para mulheres vítimas de violência. Essa iniciativa busca incentivar as vítimas a registrar boletins de ocorrência na Polícia Civil, oferecendo-lhes um meio de acesso seguro e confiável às delegacias, que funcionam 24 horas.

Neste projeto, além do transporte gratuito, está prevista a divulgação de informações cruciais tanto para motoristas quanto para usuários da Uber sobre como prestar auxílio a mulheres vítimas de violência doméstica. A parceria está programada para vigorar durante um ano e promete impactar positivamente a vida das mulheres que buscam apoio após sofrerem agressões.

Além do transporte, as vítimas terão acesso ao suporte da assistente virtual do Projeto Ângela, desenvolvido pela Uber em colaboração com o Instituto Avon. A assistente Ângela oferece diversos serviços voltados para o bem-estar das mulheres, como a possibilidade de entrar em contato com psicólogos e advogados.

Tanto a vítima de violência quanto uma testemunha podem ligar para o número 190

A assistência é acessível a partir de uma simples mensagem enviada pelo WhatsApp para o número (11) 94494-2415. A assistente virtual funciona em todo o Brasil, de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 18h, e o serviço é totalmente gratuito.

Além dessa parceria, a SSP-DF também destaca os canais de atendimento de emergência para mulheres vítimas de violência. Em situações críticas no Distrito Federal, tanto a vítima quanto uma testemunha podem ligar para o número 190, acionando uma viatura da Polícia Militar. Essa ligação é gratuita e está disponível 24 horas por dia.

Além disso, as denúncias de violência contra a mulher podem ser feitas através do Ligue 180, que é a Central de Atendimento à Mulher. Esse serviço é gratuito e funciona diariamente, garantindo o anonimato das denunciantes.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.