MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Quando será pago o 13º salário do INSS? Não ocorrerá em maio

Governo Lula ainda não confirmou se vai antecipar o pagamento do 13º salário do INSS; medida ocorreu nos últimos três anos. Saiba todas as datas

Um homem segura notas de dinheiro ao lado de um calendário
Um homem segura notas de dinheiro ao lado de um calendário - Divulgação JC Concursos - 13º salário do INSS
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 25/04/2023, às 16h45

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Governo Federal ainda não se posicionou sobre a antecipação do 13º salário do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), como ocorreu nos últimos três anos do governo do então presidente Jair Bolsonaro (PL) para os meses de abril e junho. 

Para o calendário ser antecipado de fato e os pagamentos acontecerem do mesmo modo que nos anos anteriores, é necessário que o novo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) antecipe o abono natalino em 2023. 

Os últimos adiantamentos ocorreram por conta do decreto 10.410, de junho de 2020. A primeira parcela será de 50% do valor do benefício, com pagamento previsto para agosto. Já a segunda, trata-se da parcela restante do benefício junto ao desconto do Imposto de Renda, que pode ser pago em novembro. 

+ Servidores do GSI ligados a gestão anterior serão substituídos, determina Lula

Veja calendário do 13º salário do INSS

Para saber o dia exato do recebimento, o segurado deve verificar o número do benefício (NB) que possui dez dígitos no formato: 999.999.999-9. Neste caso, é necessário considerar o penúltimo número que fica antes do dígito. 

Primeira parcela 

Para quem ganha um salário mínimo:

  • Penúltimo dígito 1 - 25 de agosto;
  • Penúltimo dígito 2 - 28 de agosto;
  • Penúltimo dígito 3 - 29 de agosto;
  • Penúltimo dígito 4 - 30 de agosto;
  • Penúltimo dígito 5 - 31 de agosto;
  • Penúltimo dígito 6 - 1º de setembro;
  • Penúltimo dígito 7 - 4 de setembro;
  • Penúltimo dígito 8 - 5 de setembro;
  • Penúltimo dígito 9 - 6 de setembro;
  • Penúltimo dígito 0 - 8 de setembro.
  • Penúltimo dígito 1 e 6 - 1º de setembro;
  • Penúltimo dígito 2 e 7 - 4 de setembro;
  • Penúltimo dígito 3 e 8 - 5 de setembro;
  • Penúltimo dígito 4 e 9 - 6 de setembro;
  • Penúltimo dígito 5 e 0 - 8 de setembro.

Primeira parcela (mais de um salário mínimo)

  • Penúltimo dígito 1 ou 6: 1º de setembro;
  • Penúltimo dígito 2 ou 7: 4 de setembro;
  • Penúltimo dígito 3 ou 8: 5 de setembro;
  • Penúltimo dígito 4 ou 9: 6 de setembro;
  • Penúltimo dígito 5 ou 0: 8 de setembro.

Segunda parcela

Para quem ganha um salário mínimo:

  • Penúltimo dígito 1 - 24 de novembro;
  • Penúltimo dígito 2 - 27 de novembro;
  • Penúltimo dígito 3 - 28 de novembro;
  • Penúltimo dígito 4 - 29 de novembro;
  • Penúltimo dígito 5 - 30 de novembro;
  • Penúltimo dígito 6 - 1º de dezembro;
  • Penúltimo dígito 7 - 4 de dezembro;
  • Penúltimo dígito 8 - 5 de dezembro;
  • Penúltimo dígito 9 - 6 de dezembro;
  • Penúltimo dígito 0 - 7 de dezembro.

Para quem ganha mais que um salário:

  • Penúltimo dígito 1 e 6 - 1º de dezembro;
  • Penúltimo dígito 2 e 7 - 4 de dezembro;
  • Penúltimo dígito 3 e 8 - 5 de dezembro;
  • Penúltimo dígito 4 e 9 - 6 de dezembro;
  • Penúltimo dígito 5 e 0 - 7 de dezembro.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.