MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Quer estudar em universidade sem pagar nada? Inscrição do Prouni começa amanhã

Estudantes de escolas públicas terão prioridade na ordem de classificação. Saiba como efetuar a inscrição do Prouni e quais são os requisitos para obter bolsa de estudo integral

MYLENA LIRA | REDACAO@JCCONCURSOS.COM.BR
Publicado em 31/07/2022, às 10h59

Universitário com beca comemora formatura
Universitário com beca comemora formatura - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A inscrição do Prouni (Programa Universidade para Todos), que entra na sua 2ª edição do ano, começa a partir desta segunda-feira, 1º de agosto de 2022. Essa é a oportunidade para quem quer estudar em universidade privada e não tem condições de arcar com os elevados custos do ensino superior.

É possível obter bolsas integrais (100%) ou parciais (50%), de acordo com a disponibilização da instituição de ensino e os critérios atendidos pelo estudante. As inscrições podem ser realizadas até o dia 4 de agosto pelo site do Prouni (clique aqui).

Esta edição do programa trará algumas inovações. Dentre elas, inscrições que serão categorizadas como ampla concorrência ou ações afirmativas. Os resultados serão divulgados em duas chamadas: a primeira será realizada em 8 de agosto e a segunda, em 22 de agosto. A ordem de prioridade na chamada varia conforme a categoria da inscrição.

+Trabalhadores podem sacar mais de R$ 560 milhões de Pis/Pasep esquecido; Saiba como

Inscrição do Prouni: requisitos

Existem condições que devem ser atendidas para que o estudante tenha direito às bolsas do Prouni. Uma delas é o interessado ter feito a prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e obtido média de 450 pontos em cada matéria.

Além disso, é preciso ter atingido nota superior a zero na prova de redação. O Ministério da Educação considerará as notas obtidas nas duas últimas edições do Enem imediatamente anteriores a esta 2ª edição do Prouni para a classificação final do estudantes.

Outro requisito é a faixa de renda per capita do candidato. Para conseguir bolsa integral a renda familiar por pessoa deve ser de até 1,5 salário mínimo, atualmente no valor de R$ 1.212,00. A bolsa parcial de 50% é fornecida para integrante de família que ecebe até 3 salários mínimos per capita.

+Saque do FGTS de até R$ 6,2 mil é liberado para mais cinco cidades; Veja como receber

Novidade: ordem de priorização

A nova edição traz outra mudança: determinados candidatos terão prioridade, de acordo com os critérios abaixo listados em ordem decrescente de relevância para a classificação:

  • Sejam professores da rede pública de ensino (exclusivamente para os cursos de licenciatura e pedagogia destinados à formação do magistério da educação básica, se for o caso e se houver inscritos nessa situação);
  • Estudantes que tenham cursado o ensino médio integralmente em escola da rede pública;
  • Estudantes que tenham cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada (com bolsa integral);
  • Estudantes que tenham cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada (com bolsa parcial ou sem bolsa);
  • Estudantes que tenham cursado o ensino médio integralmente em instituição privada (com bolsa integral);
  • Estudantes que tenham cursado o ensino médio completo em instituição privada (com bolsa parcial ou sem bolsa de estudos).

*com informações da Agência Brasil

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.