MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Reajuste de aluguel mais barato? Inflação de aluguel está negativa, aponta FGV

O IGP-M, índice que corrige o reajuste de aluguel anualmente, impactando diretamente o bolso dos inquilinos, acumula deflação nos últimos 12 meses

Pessoa empilha moedas ao lado de uma miniatura em formato de casa
Pessoa empilha moedas ao lado de uma miniatura em formato de casa - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 30/01/2024, às 21h38

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), que serve como base para o reajuste dos contratos de aluguel e foi divulgado pela Fundação Getulio Vargas nesta terça-feira (30), aponta uma reversão significativa ao fechar janeiro com uma deflação de 0,07%. Essa desaceleração, após seis meses de aumento constante, sugere um cenário que pode beneficiar inquilinos com a possibilidade de reajuste de aluguel mais ameno nos próximos meses.

No acumulado de 12 meses, o IGP-M registra uma deflação de 3,32%, indicando uma inflação negativa. Em dezembro, esse índice era de -3,18%, revelando uma queda ainda mais acentuada nos preços.

O índice, utilizado como referência para o reajuste anual dos contratos de aluguel, compõe-se de três classes de preços: o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos custos no atacado; o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que calcula a cesta de consumo das famílias; e o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC).

No segmento atacadista, o IPA apresentou um recuo de 0,09% em janeiro, contribuindo para a desaceleração geral do IGP-M. A diminuição nos preços das matérias-primas brutas, como soja em grão, minério de ferro e milho em grão, foi determinante para esse resultado, passando de altas expressivas para variações mais moderadas.

O IPC, que avalia a variação nos preços de bens e serviços de consumo, registrou uma variação de 0,59% em janeiro, em comparação com 0,14% no mês anterior. O grupo alimentação foi o principal responsável por esse aumento, com uma variação de 1,62%, devido a problemas de oferta sazonal, conforme apontado pela FGV.

O INCC, que mede os custos na construção civil, manteve-se estável, passando de 0,26% para 0,23%.

+Após Governo Bolsonaro, Brasil cai 10 posições em ranking de corrupção

Reajuste de aluguel

O IGP-M é conhecido como o índice que corrige os contratos de aluguel anualmente, impactando diretamente o bolso dos inquilinos. Além disso, ele serve como indexador em contratos de serviços essenciais, como:

  • energia elétrica
  • telefonia
  • educação
  • planos de saúde

A reversão para a deflação no IGP-M pode representar um alívio financeiro para locatários, indicando a possibilidade de reajustes de aluguel mais acessíveis nos próximos períodos. Entretanto, é importante ficar atento às futuras variações do índice, que podem influenciar diretamente nas negociações contratuais e nos custos do consumidor.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.