MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Repatriação de bens no exterior: Projeto estende prazo por mais 120 dias

Projeto de Lei que tramita na Câmara dos Deputados prevê extensão de 120 dias para regularização de recursos e bens não declarados no exterior

Mulher conta notas de dinheiro
Mulher conta notas de dinheiro - Agência Brasil
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 17/10/2023, às 20h42

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Projeto de Lei 798/21 introduz uma extensão de 120 dias para permitir que os cidadãos brasileiros com recursos e bens não declarados no exterior possam regularizar sua situação legal. Esta proposta, já aprovada no Senado, está atualmente em tramitação na Câmara dos Deputados.

Essa legislação proposta visa modificar a Lei da Repatriação de Bens, que estabeleceu o Regime Especial de Regularização Cambial e Tributária (RERCT). Durante os anos de 2016 e 2017, o RERCT possibilitou que contribuintes brasileiros regularizassem bens e ativos de origem lícita mantidos no exterior, mesmo que não tivessem sido declarados a tempo ou tivessem incorreções em sua declaração.

O autor do projeto é o senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), atual presidente do Senado, que destaca o sucesso do RERCT em anos anteriores e acredita que a prorrogação pode contribuir para atrair mais recursos para o país.

+ Governo atualiza lista de municípios que irão receber Bolsa Família antecipado em outubro

Veja novas regras 

Segundo a proposta, detalhada pela Agência Câmara de Notícias, o prazo para a adesão ao RERCT será reaberto e estendido por 120 dias a partir da promulgação da lei. 

Isso ocorrerá mediante a apresentação de uma declaração que detalha a situação patrimonial em 31 de dezembro de 2022, juntamente com o pagamento de Imposto de Renda (IR) correspondente a 14%, acrescido de uma multa de 90% sobre o valor do referido imposto.

Essas alíquotas representam uma redução em relação às taxas estabelecidas pela legislação original, que previa um imposto de 15% e uma multa de 100% (posteriormente aumentada para 135%). Os contribuintes que optarem por regularizar seus bens e ativos serão obrigados a incluí-los:

  • Na declaração de ajuste anual do Imposto de Renda relativo ao ano-calendário de 2023;
  • Na declaração de bens e capitais mantidos no exterior referente ao mesmo ano-calendário; e
  • Na escrituração contábil pertinente ao ano-calendário de adesão e nos anos subsequentes, no caso de pessoas jurídicas.

Saiba como tramita um projeto de lei

Normalmente, um Projeto de Lei (PL) tramita na Câmara dos Deputados seguindo algumas etapas específicas. O processo de tramitação envolve várias fases, desde a apresentação do projeto até a sua eventual aprovação ou rejeição. 

Dentre elas, estão a apresentação, o encaminhamento para uma ou mais comissões temáticas. A partir disso, cada comissão irá designar um relator que será responsável por elaborar um parecer sobre o projeto. 

Logo após, o projeto é discutido e votado na comissão que está tramitando. Se aprovado, é encaminhado para a próxima comissão relacionada ao assunto. Após passar por todas as comissões, o projeto é encaminhado para o plenário da Câmara. Lá, os deputados discutem o projeto, apresentam emendas e votam sua aprovação ou rejeição.

Se o projeto for aprovado na Câmara, ele é encaminhado ao Senado Federal, onde passará pelas mesmas etapas de tramitação (comissões, parecer, discussão e votação). Caso o projeto seja aprovado tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado, ele é enviado ao presidente da República para sanção ou veto.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.