MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Rússia x Ucrânia: governo russo proíbe protestos de cidadãos contra guerra

Ofensiva militar Rússia x Ucrânia começou na madrugada desta quinta-feira (24) e explosões foram ouvidas em diversas cidades ucranianas. Ataque já matou mais de 50 pessoas

Mylena Lira | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 24/02/2022, às 15h30 - Atualizado às 16h51

Rússia x Ucrânia: explosão após ataque russo ao país vizinho
Rússia x Ucrânia: explosão após ataque russo ao país vizinho - Reprodução
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A guerra Rússia x Ucrânia começou. O presidente russo Vladmir Putin ordenou e os primeiros ataques ocorreram na madrugada desta quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022. Segundo vídeo divulgado pelo presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, as explosões foram ouvidas em diversas cidades da Ucrânia e mais de 50 pessoas morreram já nas primeiras horas do dia em decorrência da ofensiva militar russa.

Grupos em redes sociais organizam encontros em Moscou e em São Petersburgo para protestar contra a guerra Rússia x Ucrânia. Contudo, Putin emitiu um comunicado oficial hoje vedando atos contrários ao ataque ao país vizinho. Os cidadãos russos foram alertados que qualquer manifestação nesse sentido será considerada ilegal e haverá consequência judiciais, com responsabilização criminal, a quem ignorar a proibição de protestos imposta pelo governo.

De acordo com reportagem da CNN, 850 pessoas já foram presas hoje e 25% dos russos não concordam com a guerra Rússia x Ucrânia, conforme indica pesquisa feita com exclusividade pela emissora. Jornalistas da CNN testemunharam a prisão de manifestantes que exibiam cartazes com diversas mensagens, entre elas: “não à guerra”.

LEIA TAMBÉM:
+Imposto de Renda 2022: Receita Federal anuncia novas regras e prazos para este ano
+Desemprego cai na maioria dos estados em 2021, mas taxa ainda continua alta

Motivo da guerra Rússia x Ucrânia

Entre os motivos que levaram a Rússia a atacar o país vizinho está o fato da Ucrânia ter manifestado interesse em fazer parte da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), uma aliança militar internacional fundada em 1949 e que tem entre os países-membros os Estados Unidos e nações da União Europeia, como a Alemanha, a Itália e a França.

Putin consideraria o ingresso da Ucrânia na Otan uma ameaça à segurança do país. A Ucrânia fazia parte da União Soviética, extinta em 1991, e era um pedaço importante da URSS por ter a segunda maior população. O interesse da Rússia seria preservar sua influência nessa região. O artigo 5º da Carta da Otan, que trata de defesa mútua, afirma que qualquer ataque a um dos membros será considerado um ataque a todos os membros. 

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte, Jens Stoltenberg, afirmou hoje (24) que a aliança está "trabalhando com a União Europeia, impondo sanções econômicas severas para demonstrar que será um preço muito alto para a Rússia".

*com informações da Agência Brasil

+++Acompanhe as principais notícias sobre sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.