MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Saiba como vai funcionar o Desenrola Brasil, programa do Governo Federal

Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que o texto do programa Desenrola Brasil está pronto e pode ser lançado em breve pelo governo. Saiba mais

Notas de dinheiro
Notas de dinheiro - Canva - Desenrola Brasil
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 19/02/2023, às 07h00

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, durante reunião do diretório do Partido dos Trabalhadores, em Brasília, no último dia 13 de fevereiro, afirmou que o texto do programa Desenrola Brasil está pronto e na mesa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

A expectativa do ministro, é de que o programa de renegociação de dívidas com foco nas famílias de baixa renda no país, seja lançado em breve pelo governo federal. A medida pode tirar os mais pobres da lista de devedores dos órgãos de proteção de crédito.  

+ Quina: sortudo do RJ leva prêmio milionário no concurso 6080

Saiba como vai funcionar 

O ministro disse ainda que no país existe 70 milhões de Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) negativados em órgãos de proteção ao crédito, a exemplo do SPC e Serasa. Atualmente, aproximadamente 50 milhões com renda de até dois salários mínimos podem ser beneficiados. 

Haddad ressaltou ser necessário "desatar o nó do endividamento do período pós-pandemia". Durante cerimônia da Caixa Econômica Federal, ele ainda disse que o governo sabe da importância da atuação dos bancos públicos para o desenvolvimento nacional. 

De acordo com informações do Estadão/Broadcast, fontes do governo explicaram que o programa Desenrola irá contar com fundo garantidor com recursos públicos para que seja possível a renegociação de dívidas para quem recebe a quantia de até dois salários mínimos. 

Segundo essas fontes, o objetivo fazer com que o programa seja aplicado para os devedores de todas as rendas. No caso das faixas mais altas, esse risco ficará com os bancos. A iniciativa também tem o intuito de ampliar a atuação de combate à inadimplência. 

O montante, que deve chegar de R$ 10 bilhões a R$ 20 bilhões, será usado tendo como foco as pessoas com renda mais baixa, com o intuito de fazer com que as instituições ampliem o limite mínimo de juros ao máximo possível, além dos prazos. O programa, que foi uma das promessas de campanha de Lula (PT), coloca em prática a ideia de incluir os mais pobres no Orçamento. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.