MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Saiba quais são as vantagens de sair da informalidade e virar um MEI

Com o MEI (Microempreendedor Individual), o brasileiro tem direito a benefícios previdenciários, CNPJ e isenção em diversos tributos federais

Victor Meira - victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 26/01/2022, às 11h46

Saiba quais são as vantagens de sair da informalidade e virar um MEI
Saiba quais são as vantagens de sair da informalidade e virar um MEI - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Com uma taxa de desemprego 12,6%, a informalidade tem se tornado uma opção mais acessível para o brasileiro trabalhar. Com o intuito de diminuir o aumento do mercado informal, o governo federal incentiva que o cidadão se transforme no Microempreendedor Individual (MEI).

Com o MEI, a pessoa tem direito ao CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) e conta com uma série de benefícios devido a este fato. Em razão disso, o JC Concursos preparou um artigo para explicar as principais vantagens de virar MEI.

+MEI: Contribuição mensal será mais cara em 2022; Saiba o novo valor

De acordo com a Serasa Experian, 80% do total das empresas abertas no Brasil são enquadradas como MEI. A formalização tem um custo baixo, uma vez que o contribuinte fica isento de tributos federais, como imposto de renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL. 

A única despesa é o pagamento mensal do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). O valor varia entre R$ 56 e R$ 61, de acordo com a atividade exercida. 

Segundo a Receita Federal, para se tornar um MEI é preciso ter um faturamento anual de até R$ 81 mil ou de R$ 6.750 mensais, não ter participação em outra empresa e ter no máximo um funcionário. Ademais, a empresa pode ter a possibilidade de superar esse teto em até 20%, sendo equivalente a R$ 97,2 mil.

+Trabalho freelancer: veja as profissões com mais vagas para 2022

O MEI também pode fazer a contratação de um colaborador com carteira assinada para ajudar no trabalho do dia-a-dia. 

Confira os principais benefícios para ser tornar um MEI

Com a formalização do negócio e um CNPJ, o cidadão tem mais facilidades em seu negócio como acesso a descontos na compra de produtos e matéria-prima e a possibilidade de ter maquininha de cartão de crédito. De acordo com uma pesquisa feita pelo Sebrae, o uso de máquinas de cartões aumenta consideravelmente o volume de vendas do seu negócio. 

Além disso, o uso do CNPJ melhora as relações com o banco. Como empresa, você consegue abrir uma conta exclusiva para o seu negócio e tem acesso a crédito com juros mais baratos.

Com a contribuição mensal do DAS, a pessoa tem direito a benefícios previdenciários como direito à aposentadoria por idade ou por invalidez, auxílio-doença, auxílio-maternidade e pensão para a família em caso de morte. Contudo, com o MEI, você não pode fazer a solicitação do seguro desemprego, já que não vínculo empregatício.

Confira abaixo alguns benefícios sociais permitidos com o MEI:

+Bolsonaro veta renegociação de dívidas para MEIs, micro e pequenas empresas

Auxílio maternidade: para ter direito ao benefício, a mãe deverá ter pago, no mínimo, 12 contribuições para a Previdência Social. Neste caso, não há necessidade de ter o CNPJ há um ano, uma vez que o pagamento pode ter sido feito como CLT ou de forma avulsa. Com o auxílio maternidade, a cidadã tem direito a um salário mínimo durante 120 dias (quatro meses). 

Auxílio doença: para ter direito a este benefício, o contribuinte deve ter feito, no mínimo, 12 pagamentos. No auxílio doença, o tempo varia conforme o atestado médico e o tipo de enfermidade. Em alguns casos, o empreendedor pode ficar afastado somente por um mês ou até mesmo seis meses.

+++Acompanhe as principais informações sobre o mundo dos concursos públicos e empregos no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.