MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Saiba quem será beneficiado com o novo limite de isenção do Imposto de Renda 2024

Governo federal anunciou na noite desta terça-feira (6) o segundo aumento na faixa de isenção do Imposto de Renda 2024; Saiba quem será beneficiado

Celular aberto com o site da Receita Federal
Celular aberto com o site da Receita Federal - Agência Brasil
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 07/02/2024, às 09h42

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Boa notícia para grande parcela dos brasileiros! O governo federal anunciou, na noite de terça-feira (6), o segundo aumento na faixa de isenção do Imposto de Renda 2024 desde o início do governo. 

A partir de agora, quem recebe até dois salários mínimos (R$ 2.824,00) mensais não pagará mais imposto de renda. O teto de isenção, que estava congelado em R$ 1.903,98 desde 2015, finalmente foi atualizado.

📲 Junte-se ao canal de notícias do JC Concursos no WhatsApp

Com a medida aprovada na noite de ontem, a estimativa é de que sejam beneficiados mais de 13 milhões de brasileiros, que deixarão de pagar imposto de renda. O Ministério da Fazenda reconhece que a falta de atualização da tabela onerava cada vez mais os brasileiros, retirando recursos das famílias.

+ Concurso Nacional Unificado: mais da metade das vagas de nível superior não exige curso específico

Saiba como funciona a nova isenção

O contribuinte com rendimentos de até R$ 2.824,00 mensais terá direito à isenção do Imposto de Renda 2024. O desconto simplificado de R$ 564,80 é aplicado sobre os R$ 2.824,00, resultando em uma base de cálculo mensal de R$ 2.259,20, que se encontra dentro da faixa de alíquota zero da nova tabela.

A Medida Provisória (MP) nº 1.206/24, com a alteração, foi publicada no Diário Oficial e já está em vigor em todo o país. A MP precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional em até 120 dias para virar lei. 

Veja impacto da medida 

  • Mais justiça fiscal - A medida promove uma distribuição mais justa da carga tributária;
  • Estímulo à economia - O aumento da renda disponível deve impulsionar o consumo e a economia;
  • Reconhecimento do governo - A medida reconhece a importância de aliviar a carga tributária sobre os trabalhadores brasileiros.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.